Intervenções em forma de oficinas

O projeto prevê que sejam realizadas três intervenções em cada turma, na forma de oficinas que proponham algo aos alunos. Sumaya diz que neste curso nada é aleatório, as oficinas tem de ser organizadas de forma conjunta e com base nos estudos feitos das crianças durante o semestre anterior. As produções das crianças são expostas no final do semestre.

A monitoria da coordenadora do projeto se mostra fundamental. “Muitos têm medo de encarar a sala de aula antes do início do projeto, o que é normal. É um passo muito difícil e que precisa de um respaldo de um profissional que já passou por aquela situação”, diz. Ela ressalta que sua função é somente ajudar os alunos em suas dúvidas sobre como conduzir as atividades idealizadas por eles. “Eu não fico lá para avaliá-los a cada segundo. Fico circulando para ajudar e orientar na medida que for necessário e na medida em que meus alunos me requisitarem”.

Atualmente, a disciplina tem seis alunos matriculados. Cada um deles tem de cuidar das atividades que vai propor, bem como dos materiais necessários para desenvolver tais atividades. Depois de cada uma das oficinas eles fazem um registro crítico-reflexivo sobre o que presenciaram durante a aula que ministraram, bem como os desafios encontrados.

Ao final do curso, esses registros darão forma a um relato. “Os relatos finais são muito ricos, expressam uma tomada de consciência do papel social da arte e seu ensino, o abandono de uma compreensão da escola baseada no senso comum e a conquista de autonomia intelectual e metodológica.”

Disciplina tem seis alunos matriculados e cada um tem de cuidar das atividades que vai propor

Para Sumaya, o projeto os motiva a seguir um caminho diferente do que é recorrente, com atividades padronizadas e professores que não tem autonomia para montarem um curso que incentive a reflexão dos alunos e a vivência da experiência artística e estética. “Eu acho que essa disciplina os encoraja. Participar desta experiência afasta o medo da escola e encoraja o futuro professor a atuar de forma criadora e responsável neste espaço”.

Veja também:
Universitários proporcionam diferentes experiências no ensino público

Projeto proporciona vivência com a arte

Agência USP de Notícias
| Agência USP agora é Jornal da USP | Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
E-mail: Fale Conosco


© 2000-2021 Universidade de São Paulo