Três comunidades diferentes, vários problemas semelhantes

Bairro dos Freitas
O Bairro dos Freitas fica na região norte de São José dos Campos, cidade do Vale do Paraíba distante 94 quilômetros da capital paulista. Com uma população de cerca de 2 mil famílias, pode ser considerada como uma favela em início de formação: ainda há muita vegetação ao redor das casas e espaço vago. No contato inicial com a comunidade, os participantes do IDDS perceberam problemas como: ausência de saneamento básico, lixo acumulado e inexistência de áreas de lazer.

Com aproximadamente 2 mil famílias, o Bairro dos Freitas pode ser considerado uma favela em início de formação [Imagem: Marcos Santos]

Dois Palitos
A comunidade Dois Palitos fica em Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo. Com uma população de cerca de 3 mil famílias, apresenta um pouco menos de vegetação, quando comparada ao Bairro dos Freitas. Trata-se de uma favela já formada e que apresenta problemas semelhantes à comunidade de São José dos Campos, como falta de saneamento básico, acúmulo de lixo nas ruas e ausência de áreas de lazer.

Em Embu das Artes, a favela Dois Palitos apresenta problemas com saneamento básico e ausência de lazer [Imagem: IDDS Brasil]

Jardim Keralux
Na zona leste da capital paulista, em Ermelino Matarazzo, bem próxima ao campus leste da maior universidade pública brasileira, está o Jardim Keralux, favela já estabelecida com uma população aproximada de 5 mil famílias. Os problemas encontrados? Sim, são praticamente os mesmos: ausência de saneamento básico, lixo nas ruas e ausência de alternativas de lazer.

O Jardim Keralux fica em Ermelino Matarazzo, na região leste da capital paulista, próxima ao campus da USP Leste [imagem: IDDS Brasil]

Times
O Bairro dos Freitas recebeu dois times: saneamento básico e construção ecológica (tijolos). Na comunidade Dois Palitos, os projetos foram agricultura urbana, plano de gerenciamento financeiro e piso de material reciclável. E no Jardim Keralux, os times trabalharam com os projetos máquina para reciclagem de garrafas PET e brinquedos (jogos verticais).

Time dos tijolos atuou em São José dos Campos [Imagem: IDDS Brasil]

De acordo com Mayara Ochikubo, aluna de fisioterapia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e uma das organizadoras do IDDS Brasil 2012, cinco meses antes do início das atividades já começaram a ser feitos os contatos nas comunidades para apresentar o projeto do IDDS e conhecer os moradores.

O Bairro dos Freitas recebeu o time de saneamento. [Imagem: IDDS Brasil]


A escolha do Bairro dos Freitas ocorreu por indicação dos alunos do Instituto de Tecnologia da Aeronáutica (ITA), que fica na mesma cidade. Já o Jardim Keralux foi indicado por professores e alunos da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP,  que assim como os alunos do ITA, também realizam atividades locais com os moradores. E a comunidade Dois Palitos foi indicada por uma pessoa que já havia participado de uma edição anterior do IDDS.

Imagens: IDDS Brasil

Leia mais:

Agência USP de Notícias
| Agência USP agora é Jornal da USP | Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
E-mail: Fale Conosco


© 2000-2021 Universidade de São Paulo