ECO-ELETRO

O Laboratório de Sustentabilidade em TIC – Tecnologia da Informação e Comunicação (LASSU), do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS), da Escola Politécnica (POLI), da USP, realizou a formatura de 182 catadores de resíduos eletrônicos, no dia 22 de novembro.

Eles participaram do projeto ECO-ELETRO, uma parceria com o Instituto GEA, o Centro de Descarte e Reuso de Resíduos de Informática (CEDIR) e a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI), da USP, com patrocínio da Petrobras.

Nos últimos 18 meses, os catadores foram capacitados a realizar a coleta segura e o processamento adequado dos resíduos de equipamentos eletrônicos, com o intuito de evitar a contaminação das pessoas e também do meio ambiente, além de promover o aumento de renda das cooperativas destes trabalhadores. Além dos 182 catadores capacitados, foram envolvidos neste projeto 62 cooperativas e 28 postos de reciclagem, em 26 cidades, a maioria da região metropolitana de São Paulo.

O desafio da comercialização do material oriundo de REE (Resíduos Eletro Eletrônicos) pelas cooperativas de coleta foi o tema central do seminário sobre o papel dos catadores na logística reversa, que aconteceu durante a formatura. Para vender mais, os catadores precisam organizar suas cooperativas com o intuito de atender aos padrões da indústria e organizar redes para venda de volumes maiores, o que deve garantir preços maiores.

Segundo Ana Maria Domingues Luz, presidente do Instituto GEA, uma das participantes da iniciativa, a partir do projeto foi realizado um esforço para que os resíduos eletrônicos sejam incluídos na venda das redes de cooperativas, já organizadas na região metropolitana de São Paulo.

Mais informações: http://lassu.usp.br/

Agência USP de Notícias
| Agência USP agora é Jornal da USP | Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
E-mail: Fale Conosco


© 2000-2021 Universidade de São Paulo