Rondonistas da USP partem para o interior da Bahia

Uma nova equipe de rondonistas do campus de Ribeirão Preto da USP parte na madrugada de 18 de janeiro (sexta-feira) para a cidade de Cipó, no interior do Estado da Bahia. Trata-se da “Operação Dois de Julho”, que será desenvolvida até 3 de fevereiro e envolverá 400 voluntários de 40 instituições de ensino superior do país, atuando em 20 diferentes municípios da Bahia.

Voluntários vão atuar em 20 municipios da Bahia, até 03 de fevereiro

Temas de saúde (vacinas, urgências e emergências, uso e descarte de medicamentos, cuidados com gestantes e DSTs), de educação, ciências e matemática, finanças pessoais e direito à cidadania serão tratados em oficinas e palestras durante todo o período.

Coordenado pelos professores Auro Nomizo e Fernando Barbosa Jr, ambos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, o grupo do campus de Ribeirão é composto por oito estudantes de graduação das escolas de Enfermagem (EERP), Medicina (FMRP), FCFRP, Direito (FDRP), Filosofia (FFCLRP) e Economia, Administração e Contabilidade (FEA-RP).

Respondendo ao levantamento que os coordenadores fizeram em visita anterior à cidade de Cipó, os rondonistas esperam ansiosos pela expedição, porém certos de que fazem parte “de um projeto capacitador”. Para Victor Mello, aluno do curso de Administração da FEARP, a expectativa é de trabalhar “com profissionais da área da saúde, professores, agentes comunitários e membros do conselho tutelar, para que eles possam se tornar agentes multiplicadores de conhecimento”.

Trabalho infantil
Também será dada atenção especial ao tema proteção à criança e ao adolescente, principalmente envolvendo o trabalho infantil. A estudante do curso de Direito e voluntária Letícia Salomon Sesso explica que serão realizadas oficinas especiais com o Conselho Tutelar no município, com enfoque no trabalho infantil e o papel do conselheiro.

Com relação aos objetivos do Projeto Rondon, Letícia também concorda com o colega Victor Mello. A ideia é oferecer informações acadêmicas para ajudar a formar multiplicadores de conhecimento. Porém, como não possuem vivência prática, eles acreditam que mais aprenderão do que irão ensinar à comunidade.

O grupo da USP contará com a parceria da equipe da Universidade Estadual de Ponta Grossa no projeto em Cipó-BA. Aos colegas caberá desenvolver atividades como nutrição, exploração dos pontos turísticos locais e também capacitar microempresários e agricultores quanto à informática, meio ambiente e gestão pública. Veja mais detalhes sobre a Operação Dois de Julho no portal do Projeto Rondon.

Imagem: Marcos Santos / USP Imagem

Mais informações: (16) 3602-3522

Agência USP de Notícias
| Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
E-mail: Fale Conosco


© 2000-2017 Universidade de São Paulo