Simuladores de velhice e maternidade

A Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP modernizou os seus laboratórios clínicos com a aquisição de simuladores avançados de velhice e maternidade. Eles ajudam os alunos de graduação em Enfermagem a vivenciarem as dificuldades enfrentadas pelo idoso no processo natural de envelhecimento. Os estudantes literalmente vestem o equipamento e sentem a diminuição da mobilidade, audição e visão, entre outras dificuldades enfrentadas no dia a dia dos idosos. Já com o simulador de maternidade, podem realizar a ausculta fetal.

Além desses materiais, o Centro de Simulação de Práticas de Enfermagem recebeu simuladores de baixa e média fidelidade e estão em processo de aquisição simuladores de alta fidelidade, e equipamentos hospitalares que aproximam o aluno cada vez mais da prática clínica. Os simuladores são classificados como de baixa, moderada ou alta fidelidade, de acordo com sua capacidade de reproduzir precisamente sons ou imagens.

O Centro também começou a instalar um laboratório para o desenvolvimento de simulação de alta fidelidade com recursos de som e imagens. Para o funcionamento do setor, funcionários e professores receberão treinamentos nacionais e internacionais. Segundo a professora Alessandra Mazzo, coordenadora da Comissão de Laboratórios da Escola, a EERP deve implantar este ano o laboratório de atenção primária e inaugurar novas estruturas físicas para o ensino clínico de forma geral.

Mais informações: (16) 3602.0176; e-mail amazzo@eerp.usp.br

Agência USP de Notícias
| Agência USP agora é Jornal da USP | Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
E-mail: Fale Conosco


© 2000-2022 Universidade de São Paulo