USP aprova Enem como nova forma de ingresso nos cursos de graduação

Da Assessoria de Imprensa da USP

O Conselho Universitário aprovou, em sessão realizada no dia 23 de junho, a adesão da USP ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) como nova forma de ingresso a seus cursos de graduação. Do total de 11.057 vagas oferecidas no próximo concurso Vestibular, neste ano, 1.499 serão destinadas ao Sisu e 9.558 vagas continuarão a ser selecionadas pela Fuvest.

O Sisu é o sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A participação da USP no Sisu será em caráter experimental. Das 1.499 vagas destinadas ao Sisu, 423 vagas são na área de ciências exatas e tecnologia, 348 na área de ciências biológicas e 728 em humanidades.

As discussões sobre as novas formas de ingresso nos cursos de graduação da USP tiveram início em junho do ano passado e envolveram as 42 Unidades de Ensino e Pesquisa da Universidade. Trata-se de uma das metas estabelecidas pela gestão do reitor Marco Antônio Zago quanto ao aperfeiçoamento das políticas de inclusão social da Instituição.

“Essa foi uma decisão histórica para a Universidade, pois representa uma grande oportunidade para estudantes do Brasil inteiro ingressarem na USP e, principalmente, aqueles oriundos de escolas públicas”, destacou o reitor, logo após o término da reunião.

Dentre as modalidades de vagas adotadas pelo Sisu, as Unidades poderiam optar por três: ampla concorrência; vagas disponibilizadas para candidatos que, independentemente de renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas; e vagas disponibilizadas para candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Das 42 Unidades de Ensino e Pesquisa da USP, sete não disponibilizaram vagas para o Sisu. Além dessas, a Escola de Comunicações e Artes (ECA), a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) e o Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU) não aderiram ao sistema, pois a seleção dos novos alunos dessas Unidades conta também com provas de habilidades específicas.

Os bônus do Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp) continuarão a ser oferecidos a alunos oriundos de escolas públicas que se inscreverem na Fuvest. Os bônus do Inclusp podem chegar a até 20%, variando de acordo com o grupo em que o candidato se inserir, que incidem sobre a nota da primeira fase e a nota final do Vestibular.

A Pró-Reitoria de Graduação definirá a forma de compatibilização dos resultados de candidatos aprovados nos dois processos – Sisu e Fuvest – privilegiando, sempre que possível, o resultado do Vestibular.

Clique aqui e acesse a tabela completa dos cursos e vagas.

Errata: Na tabela de vagas e cursos, no curso de Ciências Exatas (Licenciatura – São Carlos / IFSC/IQSC/ICMC), o número correto de vagas do Sisu é 15. No curso Matemática Licenciatura, do IME, as vagas são destinadas para escolas públicas (EP) e não AC, como consta.

Mais informações: (11) 3091-2103/3220/3300, na Assessoria de Imprensa da USP; http://www.imprensa.usp.br/

Agência USP de Notícias
| Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
+55 11 3091-4411 - E-mail: agenusp@usp.br


© 2000-2016 Universidade de São Paulo