Campos alterados

No dia 14 de novembro, a partir das 11 horas, no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP será inaugurada a exposição Campos Alterados.

Desde 2014, uma fazenda tradicional cafeeira no interior de São Paulo, próximo à cidade de São José do Barreiro, recebe o programa rural.scapes – Laboratório em Residência, criado pelos artistas Rachel Rosalen e Rafael Marchetti, que assinam juntos vários projetos de arte e tecnologia. O programa propõe o deslocamento da produção artística dos grandes centros urbanos, tendo como foco a pesquisa, articulação, reflexão, práticas transdisciplinares artísticas e produção crítica em um ambiente rural produtivo na era da informação.

Parte do resultado das residências realizadas em 2014 e 2015 podem ser vistas pelo público nesta exposição. São 25 trabalhos – entre objetos, instalações, vídeos, fotografias e performances – de artistas e coletivos do Brasil e de países como Alemanha, Suécia, Argentina, Itália, Equador, África do Sul, México, Colômbia, França, Chile e Iraque.

A exposição apresenta trabalhos dos seguintes artistas: Alexandre Heberte, Marcelo Armani, Ana Laura Cantera, Anja Ganster, Enrico Ascoli, Luiz Duva (duVa), Marit Lindberg, Patricio Dalgo, Themba Mbuyisa, Denise Alves, Johan Suneson, Arte a 360 Grados, Hamilton Mestizo, Paloma Oliveira, Mateus Knelsen, Ricardo Garlet, Isabelle Arvers, DUO b, Cristian Espinoza, Mohamed Rabiei, Jorge Crowe e Aniara Rodado. Na abertura da exposição acontece a performance TearNOISE, de Alexandre Heberte e Marcelo Armani.

A exposição prossegue até 21 de fevereiro de 2016, no MAC USP Ibirapuera, que fica na Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301. Entrada gratuita.

Mais informações: (11) 2648.0254

Agência USP de Notícias
| Agência USP agora é Jornal da USP | Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
E-mail: Fale Conosco


© 2000-2021 Universidade de São Paulo