Escritório de Carreiras quer formar profissional do futuro

Aline Naoe, do USP Online
usponline@usp.br

Objetivo: contribuir com o desenvolvimento e planejamento profissional dos estudantes

Volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. As iniciais dessas palavras em inglês formam a sigla VUCA, que vem sendo utilizada por estudiosos para descrever o mundo de hoje. É para esse mundo que o Escritório de Desenvolvimento de Carreiras da USP quer preparar seus alunos. Lançada no dia 29 de março, a iniciativa é inspirada nos offices já tradicionais em grandes universidades, principalmente dos Estados Unidos. Trata-se de um centro de serviços de apoio à carreira, que oferece aconselhamento, palestras e oficinas sobre carreiras e mercado de trabalho, e orientação sobre questões como elaboração de currículo e preparação para entrevistas.

O objetivo é contribuir com o desenvolvimento e planejamento profissional dos estudantes. A iniciativa é coordenada pela professora Tania Casado, da Faculdade de Economia Administração e Contabilidade (FEA) da USP. Estudiosa das áreas de gestão de carreira e comportamento organizacional, Tania explica que nos anos 1970, o ideal de carreira era conseguir um cargo, preferencialmente em órgãos públicos, e manter-se nele até a aposentadoria.

Nas décadas seguintes, o cenário foi se alterando até chegar no mundo VUCA, onde imperam mudanças rápidas, falta de prognósticos e caos. “Como os alunos vão resolver sua trajetória profissional com esse mundo? Não me causa espanto quando pensamos na evasão que temos hoje. Essa moçada às vezes vem buscar algumas certezas que nem nós temos ainda. Estamos todos imersos nesse mundo”, afirma.

Protagonismo
A resposta, explica, vem no mesmo acrônimo (values, uniqueness, confidence, agility): valores, singularidade, confiança e agilidade. “Carreira não é mais uma sequência de cargos. Carreira é a sequência de experiências pessoais de trabalho ao longo do tempo. O profissional do futuro precisa exercer o protagonismo de sua carreira, precisamos ensinar nossos alunos a fazer isso”, pontua.

O Escritório, que é ligado à Pró-Reitoria de Graduação da USP, já está em funcionamento e atendendo até mesmo alunos da pós-graduação, que chegam com dúvidas sobre a escolha do curso, as possibilidades de carreira, as aptidões individuais, entre outras demandas sobre as quais se debruçam mais de 20 parceiros voluntários do projeto, a maioria ex-alunos da Universidade.

Tania Casado adianta que muitas atividades estão programadas para os próximos meses — a primeira oficina coletiva de carreira está agendada para o dia 16 de abril. A equipe quer fortalecer com os egressos da Universidade atividades de mentoring, termo usado quando uma pessoa com experiência orienta, como uma espécie de “tutor” ou “mentor”, uma pessoa com menos experiência.

Segundo a pesquisadora, a intenção é disponibilizar à comunidade, não apenas da USP, testes online para autoconhecimento, além de orientações diversas, por exemplo, como se vestir para uma entrevista de trabalho. Outra ideia do grupo é realizar encontros com os pais dos alunos, esclarecendo a família sobre como apoiar o aluno em suas decisões e aspirações. O Escritório de Desenvolvimento de Carreiras da USP está localizado na Rua da Praça do Relógio, 109 – 3º andar, sala 315, Cidade Universitária, São Paulo.

Foto: Cecília Bastos

Mais informações: (11) 2648-0991; email carreiras@usp.br

Agência USP de Notícias
| Agência USP agora é Jornal da USP | Créditos | Direitos autorais | Newsletter | Sobre a Agência
Rua da Reitoria, 109 bloco L - 5º andar
CEP 05508-900 - São Paulo - Brasil
E-mail: Fale Conosco


© 2000-2021 Universidade de São Paulo