São Paulo, 11/01/2005 - Boletim nº1555
geologia
IGc fará análises geológicas
de alta precisão

O Instituto de Geociências integrará
a Rede GeoChronos, que colocará o
Brasil entre os principais centros de
pesquisas geológicas do mundo
leia...
Museu Paulista realiza ciclo
de palestras sobre São Paulo
Novo mineral recebe o nome
de professor da USP

       
veja também: Cursos e Palestras  |  Agenda Cultural  |  Publicações  |  Quadro de Avisos
visite nosso site: www.usp.br/agenciausp


A reprodução do conteúdo informativo desse boletim em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou
impresso, é permitida mediante a citação nominal da Agência USP de Notícias como sua fonte
de origem.


Destaques

USP fará parte da maior rede de estudos em Geociências da América Latina

Flávia Souza

A USP abrigará, a partir de 2006, o Laboratório de Geocronologia por Microssonda Iônica de Alta Resolução, que fará parte da Rede GeoChronos, atualmente em implantação. O objetivo da rede é tornar a exploração dos recursos naturais brasileiros mais eficiente e aprofundar os estudos em geocronologia (ramo científico que estuda a idade de rochas e eventos geológicos) e geologia de isótopos (estudo da composição de metais para obter informações sobre sua origem e natureza).

Segundo o professor Miguel Ângelo Stipp Basei, do Centro de Pesquisas Geocronológicas (CPGeo) da USP, a GeoChronos será a maior rede de estudos em Geociências da América Latina. "A Rede colocará o Brasil em posição de vanguarda tecnológica e com capacidade analítica comparável à de poucos países no mundo", afirma o professor.

Além disso, a implantação da rede resultará em economia de recursos, pois atualmente diversos testes são encomendados para laboratórios de países como Austrália, Estados Unidos e Canadá. Basei aponta que "a implementação da Rede GeoChronos permitirá que a capacidade analítica do Brasil, nas áreas geoquímica, isotópica e geocronológica tenha um aumento significativo tanto em sua quantidade como na qualidade".

Pesquisas
O CPGeo receberá um equipamento chamado Shrimp (abreviatura do termo inglês Sensitive High Resolution Ion Micro Probe). "Por meio de análises radiométricas [análise das ondas de radiação], este equipamento permitirá a determinação da idade de rochas, depósitos minerais e outros alvos geológicos, com muita precisão", explica Basei.

O Shrimp está em construção na Austrália e tem custo estimado em U$ 3 milhões. O equipamento está sendo comprado com recursos oriundos da Petrobrás e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Os investimentos para a implantação de toda a rede são estimados em R$ 20 milhões.

Além da USP, farão parte da fase inicial da rede a Universidade Federal do Pará (UFPA), a Universidade de Brasília (UnB) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que receberão equipamentos capazes de realizar um grande número de análises geoquímicas e isotópicas. De acordo com Basei, esses estudos têm recebido forte impulso nos últimos anos. Seus resultados auxiliam pesquisas nos diversos campos geológicos - mineração, cartografia, hidrogeologia e meio ambiente. "O emprego de isótopos no monitoramento e na identificação de possíveis agentes poluidores de aqüíferos e do ar está em franco crescimento, e a entrada em operação dos equipamentos da rede dará grande impulso a essas pesquisas", exemplifica o professor.

Também fazem parte da iniciativa a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), a Companhia Vale do Rio Doce, o Serviço Geológico do Brasil e os ministérios de Minas e Energia e da Ciência e Tecnologia.

Recursos humanos
Segundo Basei, o Brasil já possui pesquisadores com experiência significativa na operação dos laboratórios. No CPGeo, por exemplo, há profissionais com estágios na Austrália, na China e nos Estados Unidos. "Entretanto, está prevista a formação, no país e no exterior, de novos pesquisadores para os quais haverá a oferta de bolsas de estudos. Será também necessário contratar técnicos de nível médio e superior para manter o equipamento operando em boas condições", complementa o professor.

O gerenciamento da rede, ainda em discussão, ficará a cargo de um comitê formado por representantes dos laboratórios, do Serviço Geológico e da Petrobrás. O representante do CPGeo na rede é o professor Colombo Celso Gaeta Tassinari. A coordenação específica do Shrimp, informa Basei, "ficará sob a responsabilidade de um comitê a ser constituído e no qual o CPGeo terá papel fundamental".

Mais informações: baseimas@usp.br, com o professor Miguel Ângelo Stipp Basei; (0XX11) 3091-3982, no CPGeo. Site http://www.igc.usp.br/cpgeo/index.htm

imagem: site do CPGeo




Cursos e Palestras

Especialistas contam história de São Paulo no Museu Paulista
No encerramento dos festejos dos 450 anos da cidade de São Paulo, comemorados no ano passado, o Museu Paulista (Museu do Ipiranga) da USP promove o ciclo de palestras São Paulo conta sua história. As palestras acontecerão entre os dias 19 e 28 de janeiro, das 14 às 16 horas, exceto nos dias 23 (domingo) e 25 (feriado).

Reunindo especialistas que estudaram São Paulo desde a sua fundação até o século XX, o ciclo tem por objetivo contar a história da cidade a partir dos modos de viver e de morar, resgatando a música, o cotidiano e as figuras típicas e anônimas que ajudaram a construir a capital paulista.

O evento é gratuito e aberto a todos os interessados, mas as vagas são limitadas. Os interessados podem se inscrever, das 9 às 12 horas e das 13 às 17 horas, pelos telefones (0XX11) 6165-8006 e 273-4390, ou pelo e-mail acadmp@usp.br (fornecer nome, endereço, profissão, telefone, RG e descrever como soube do evento).

Dentre as palestras agendadas estão São Paulo: tempos, vivências e imagens, São Paulo entre o período joanino e o Império: o núcleo urbano e sua gente e A cidade na música: São Paulo em cantos e versos. A programação completa está na página http://www.mp.usp.br/ciclo.htm.

O Museu Paulista fica no Parque da Independência, s/nº, Ipiranga, São Paulo.

Mais informações: (0XX11) 6165-8006 / 273-4390; site: http://www.mp.usp.br


Cursinho pré-vestibular da Medicina abre vagas
O Med Ensina, cursinho pré-vestibular da Faculdade de Medicina da USP, aceitará inscrições nos dias 22 e 23 para seu processo seletivo, composto de uma prova de conhecimentos gerais e de uma avaliação sócio-econômica. A primeira prova acontece dia 30 e, a partir dos resultados, os alunos serão chamados para entrevistas.

O Med Ensina é um cursinho gratuito, sem fins lucrativos, formado por alunos e professores da FM. É destinado a alunos carentes e desde 2003 recebe o apoio do Curso Objetivo, que fornece material didático tanto para os alunos quanto para os professores.

As inscrições podem ser feitas na Av. Dr. Arnaldo, 455, subsolo, entre 8 e 17 horas. O candidato deve comparecer munido de documento e pagar a taxa de inscrição de R$ 20,00. Serão abertas 180 vagas.

Mais informações: (0XX11) 3066-7424 ou medensina@terra.com.br


EE oferece curso de saúde coletiva no Programa Saúde da Família
A Escola de Enfermagem (EE) da USP oferece o curso de especialização Saúde Coletiva com enfoque no Programa Saúde da Família. Voltado para médicos, enfermeiros, psicólogos, odontólogos e assistentes sociais, o curso visa contribuir para a qualificação epidemiológica e clínica de profissionais que atuam ou desejam atuar nas equipes do Programa Saúde da Família (PSF) e para aqueles que trabalham, de uma maneira geral, com atenção básica em saúde.

O curso acontece em cinco módulos: Avaliação do PSF como modelo assistencial, Metodologia Científica, Organização da Intervenção no PSF, Reconstrução dos Protocolos de Intervenção no PSF nas diferentes fases do ciclo de vida e Ciclo de Monografias e Elaboração das Monografias. A carga horária total é de 420 horas.

As aulas acontecem às quartas-feiras, das 14 às 22 horas, entre 1º abril de 2005 e 11 de março de 2006, das 14 às 22 horas. As inscrições podem ser feitas de 28 de março a 2 de abril, no Serviço de Cultura e Extensão da EE, na Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 (Metrô Clínicas).

É necessária a apresentação de uma foto 3x4, cópia do RG, CPF, diploma de graduação e curriculum vitæ. A seleção dos candidatos será feita por meio de análise curricular e de entrevista. Serão privilegiados os candidatos com maior experiência profissional em atenção básica e que atuarem predominantemente em PSF.

O curso custa R$ 2.000,00 e pode ser pago em cinco parcelas de R$ 400. Existem 45 vagas, sendo que cinco enfermeiros da Coordenadoria de Saúde do Butantã terão direito à insenção de pagamento.

Mais informações: (0XX11) 3066-7531 / 7577



Agenda Cultural

Centro Cultural de São Carlos expõe esculturas
O Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC) da USP São Carlos exibe, até o dia 2 de fevereiro, esculturas de Antonio de Sant'Anna Galvão Leite, artista auto-didata e funcionário da Universidade durante 32 anos. A entrada é gratuita.

Galvão é curador de artes da Fundação Parque de Alta Tecnologia de São Carlos e recebeu diversas premiações em sua carreira, iniciada em 1990. Nesta mostra, Galvão fará uma retrospectiva de sua obra em pedra sabão, argila, mármore e bronze, acrescida de peças novas.

O CDCC fica na Av. Dr. Carlos Botelho, 1465, São Carlos. A exposição é realizada no piso superior e pode ser visitada das 8 às 13 horas.

Mais informações: (0XX16) 3373-9333; e-mail cdcc@cdcc.sc.usp.br, ou no site http://www.cdcc.sc.usp.br


CPC organiza comemorações do aniversário de SP
O Centro de Preservação Cultural da USP vai oferecer atividades na Casa de Dona Yayá como comemoração do aniversário da cidade de São Paulo, no dia 25. Confira a programação:

Entre 10 e 12 horas, Narrativas de todo canto com o Grupo Kurutéa. O grupo é formado por educadores que atuam há três anos em cidades ao longo do Rio Paranapanema e em ONGs da cidade de São Paulo, contando histórias e fabricando brinquedos. Às 13 e às 15 horas acontecerão visitas monitoradas e apresentação de vídeos sobre a Casa de Dona Yayá. Das 10 às 12 horas e das 14 às 16 horas, a Faculdade de Odontologia da USP organiza oficinas de artes.

A Casa de Dona Yayá fica na rua Major Diogo, 353, Bela Vista, São Paulo. Os eventos são gratuitos e não é necessário fazer inscrição prévia.

Mais informações: (0XX11) 3106-3562 ou cpcpublic@usp.br




Quadro de Avisos

Novo mineral recebe nome de professor da USP
Um novo mineral, descoberto no município de Divino das Laranjeiras, no sudeste de Minas Gerais, recebeu o nome do professor Daniel Atencio, do Instituto de Geociências (IGc) da USP. Chamada de atencioita, o mineral foi pesquisado por Nikita Chukanov, da Academia Russa de Ciências, em Moscou. Trata-se de um fosfato pertencente ao grupo das Roscherita. Sua fórmula é Ca2Fe2+Mg2Fe2+2Be4(PO4)6(OH)46H2O.

Segundo o relatório apresentado à Associação Mineralógica Internacional, Atencio recebeu a homenagem devido às suas importantes colaborações à mineralogia-tipo (estudo de novos minerais) no Brasil.

A atencioita é considerada rara, estando restrita somente à região mineira em que foi descoberta. Segundo Atencio, apenas doze estudiosos brasileiros têm seus nomes dados a novos minerais. O último deles foi também um pesquisador do IGc, José Moacyr Vianna Coutinho, que homenageado com a coutinhoita, mineral descrito por Flávio de Souza, também do IGc.

Feliz com a homenagem da pesquisadora russa, Atencio lembra que "um mineral novo não é somente uma curiosidade, um detalhe científico. Ele pode ter propriedades úteis para a sociedade, aplicações na indústria, no meio ambiente, etc".

Mais informações: (0XX11) 3091-4030


Luiz Milanesi é o novo diretor da ECA
O professor Luiz Augusto Milanesi foi indicado pelo reitor da USP, Adolpho José Melfi, para ser o diretor da Escola de Comunicações e Artes (ECA) pelos próximos quatro anos, a partir de 19 de fevereiro.

Milanesi foi o docente mais votado na reunião da Congregação que definiu a lista tríplice - composta também por Ciro Marcondes Filho, do Departamento de Jornalismo e Editoração, e Ivan Barbosa, do Departamento de Relações Públicas, Publicidade e Turismo.

Professor do Departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA, Milanesi venceu também a consulta organizada pelo Centro Acadêmico Lupe Cotrim (Calc), cuja intenção era avaliar o nome da preferência de estudantes, funcionários e professores para ocupar o cargo de diretor da unidade.

O nome do vice-diretor, que também deve sair da lista tríplice, ainda não foi definido.

Mais informações: (0XX11) 3091-4068, na Assessoria de Imprensa da ECA


Incor treina segunda equipe de árbitros da FPF
Cem árbitros serão orientados para atuar em ressuscitação cardiopulmonar e utilização de desfibriladores na terça-feira (11) entre 8 e 17 horas, no Instituto de Coração do Hospital das Clínicas (InCor) da Faculdade de Medicina da USP. Essa segunda turma encerra o treinamento do quadro de árbitros da Federação Paulista de Futebol - um grupo havia sido treinado em dezembro de 2004.

Segundo o Dr. Sérgio Timerman, diretor do Laboratório de Treinamento e Simulação em Emergências Cardiovascular do InCor, é o primeiro treinamento dessa natureza no mundo. "A experiência brasileira pode servir de parâmetro para outros países, de forma a tornar as condições de prática do esporte mais segura para os atletas", diz Timerman.

No caso de leigos, como os juízes da FPF, o curso do InCor prepara o aluno para usar os desfibriladores externos automáticos (DEAs) com familiaridade, incluindo cuidados com o aparelho e sua manutenção. Com isso, desmitifica a ação da desfibrilação como ato exclusivo do médico. O curso de suporte básico tem duração de quatro horas e apresenta o uso do DEA integrado às técnicas de ressuscitação básicas.

Mais informações: (0XX11) 3069-5437, (0XX11) 3069-5616 ou acomunicacao@incor.usp.br




Teses e Dissertações

Escola de Engenharia de São Carlos

Mestrado

Segurança viária na cidade de São José do Rio Preto. Jorge Luis Gomes Chueire. Dia 21, às 9 horas.

A gestão do conhecimento através do uso da metodologia Enterprise Knowledge Development (EKD): proposição de um método de trabalho. Ana Cristina Bragatto. Dia 21, às 9 horas.

Mais informações: (0XX11) 3373-9235 / 3373-9250


Escola Politécnica

Mestrado

Monitoração de Buchas Condensivas Isoladas com Papel Impregnado com Óleo. Marcus Eduardo Guerra Alves. Dia 17, às 14 horas.

Proposta de uma Arquitetura Aberta para um Sistema de Suporte à Operação de uma Provedora de Serviço de Telecomunicações. Cledson Akio Sakurai. Dia 20, às 10 horas.

O Desenvolvimento Distribuído de Software: Características e Recomendações para a Gerência de Projetos. Fábio Levy Siqueira. Dia 15 de fevereiro, às 15 horas.

Doutorado

Estudo da Resistência à Fadiga de Concretos de Cimento Portland para Pavimentação. Tatiana Cureau Cervo. Dia 16 de fevereiro, às 10 horas.

Mais informações: (0XX11) 3091-5443


Faculdade de Medicina

Mestrado

Prática de exames de rastreamento em profissionais de saúde de um hospítal terciário. Ana Cláudia Camargo Gonçalves da Silva. Dia 11, às 9 horas.

Avaliação auditiva em recém-nascidos e lactentes internados em unidade de cuidados intensivos e intermediários. Martha Mariko Yamada Sasada. Dia 13, às 9 horas.

Doutorado

Avaliação da resposta inflamatória em revascularização do miocárdio com circulação extracorpórea: correlação com a função pulmonar e evolução pós-operatória. Luciano Brandão Machado. Dia 11, às 14 horas.

Crítica de doença e alterações cerebrais estruturais na esquizofrenia. Débora Pastore Bassitt. Dia 12, ás 8h30.

Avaliação da aplicação de ventilação não invasiva em pacientes com lesão pulmonar aguda. Mariângela Pimentel Pincelli. Dia 13, às 8h30.

Mais informações: (0XX11) 3066-7000


Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Mestrado

Emprego de um Agonista b2 Adrenérgico, a Ractopamina, em diferentes esquemas de utilização, na fase final de terminação em suínos. Patrícia Morari Mendes. Dia 21, às 14 horas.

Doutorado

Indução de folículo persistente para inovulação de embriões bovinos em tempo fixo. Marcelo Trigo de Moura. Dia 26, às 13h30.

Mais informações: (0XX11) 3091-7667


Instituto de Física de São Carlos

Mestrado

Paralelização do cálculo de estruturas de bandas de semicondutores usando o High Performance Fortran. Rodrigo Daniel Malara. Dia 14, às 14 horas.

Mais informações: (0XX16) 3373-9777


sobre a Agência USP de Notícias |  direitos autorais |  créditos |  mande um email

Av. Prof. Luciano Gualberto, Travessa J,n.374 Sala 244 CEP05586-000 São Paulo Brasil
(00XX11) 3091-4411  agenusp@usp.br