ISSN 2359-5191

14/03/2008 - Ano: 41 - Edição Nº: 03 - Meio Ambiente - Centro de Biologia Marinha
Exposição revela vida marinha desconhecida

São Paulo (AUN - USP) - A mostra ??Oceano: Vida Escondida?, que o Centro de Biologia Marinha (CEBIMar), de São Sebastião, ligado à USP, promove na Estação Ciência, busca aproximar o conhecimento guardado no centro de pesquisa do público leigo.A exposição conta com fotografias, esqueletos e vídeos de animais marinhos.

Apesar de extremamente comuns, os animais da exposição raramente são conhecidos, mesmo pelo público que vai à praia. ??A gente sempre fica maravilhado com esses animais, mas isso fica restrito àquele centro de pesquisa?, diz Bruno Velluttini, mestrando do Instituto de Biociências da USP (IB-USP) que trabalha no CEBIMar e é um dos fotógrafos da exposição. Segundo ele, a idéia é mostrar bichos desconhecidos, facilmente acháveis na areia e no mar. ??Na natureza é difícil vê-los, mas se você nada na água já engole um monte?, brinca.

Mas não é por menos que essas fotos ficaram até agora restritas ao meio acadêmico: excluindo aquelas tiradas em aquários, somente são conseguidas através de submarinos e equipamentos de laboratório. Algumas delas são de recifes de corais de até 100 metros de profundidade encontrados no Alaska. Outras, que ilustram a fauna marinha de São Sebastião, são conseguidas através de microscópios eletrônicos (??as mais nítidas e com impressão de profundidade?); e há também as em três dimensões, que juntam na mesma imagem vários planos focais diferentes.

Para Álvaro Migotto, diretor do CEBIMar e um dos fotógrafos da exposição, a divulgação de material científico é ??uma forma de se prestar contas do trabalho exercido por uma instituição e, conseqüentemente, valorizar esse trabalho?. A idéia surgiu há vários anos, mas somente em 2007 eles conseguiram verba para colocar o projeto de pé. Segundo Vellutini, ??primeiro a exposição ia ter um viés mais estético, algo como uma exposição de arte para mostrar a diversidade de formas, padrões e cores?, mas agora estão desenvolvendo a parte mais didática, com legendas menos técnicas e mais informativas.

Em sintonia com a atual onda que tornou o meio ambiente um dos assuntos quentes nesse começo de século, a exposição fotográfica do CEBIMar também busca ajudar na conscientização dos problemas ambientais. ??Sempre há a idéia de conscientizar as pessoas. Não é uma coisa direta, como ??não polua, não jogue lixo no chão, não faça isso e aquilo??. Mas o momento a partir do qual se entende esse mundo já é um grande passo?, diz Vellutini.

O sucesso de visitantes da passagem da exposição por São Sebastião e Ubatuba, ambas no litoral de São Paulo, confirma a existência de um público para esse tipo de trabalho. ??O público e os meios de comunicação são muito receptivos, ávidos até por assuntos científicos em geral?, diz Migotto. ??Infelizmente o cientista raramente toma iniciativa de divulgar seu trabalho, seja ele próprio produzindo artigos ou materiais de divulgação, seja procurando a mídia?. Para ele, a desmistificação, a educação e a aproximação com a sociedade valem o esforço.

Exposição Fotográfica Oceano: Vida Escondida
Estação Ciência: Rua Guaicurus, 1394, Lapa ?? São Paulo, SP.
Preço: R$ 2,00 (estudantes adultos e crianças acima de 6 anos); R$ 5,00 (famílias até 4 pessoas);
R$ 1,00 (por pessoa para famílias com mais de 4 pessoas)
De 8 março a 11 de maio de 2008

Leia também...
Nesta Edição
Destaques

Educação básica é alvo de livros organizados por pesquisadores uspianos

Pesquisa testa software que melhora habilidades fundamentais para o bom desempenho escolar

Pesquisa avalia influência de supermercados na compra de alimentos ultraprocessados

Edições Anteriores
Agência Universitária de Notícias

ISSN 2359-5191

Universidade de São Paulo
Vice-Reitor: Vahan Agopyan
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Jornalismo e Editoração
Chefe Suplente: Ciro Marcondes Filho
Professores Responsáveis
Repórteres
Alunos do curso de Jornalismo da ECA/USP
Editora de Conteúdo
Web Designer
Contato: aun@usp.br