ISSN 2359-5191

23/04/2008 - Ano: 41 - Edição Nº: 23 - Ciência e Tecnologia - Centro de Biologia Marinha
Arte revela os mistérios dos oceanos
Exposição apresenta fotos inéditas de detalhes de microorganismos marinhos nunca antes vistos.

São Paulo (AUN - USP) - Exposição realizada pelo Centro de Biologia Marinha da USP (CEBIMar) reúne fotos inéditas e vídeos de alguns microorganismos marinhos pouco conhecidos no meio não-científico,como o caranguejo-aranha, e revela os mistérios mais profundos dos oceanos e a beleza dessa vida pouco explorada.

??Oceano: vida escondida? é a realização de um projeto de Álvaro Migoto - diretor do CEBIMar e professor da USP - para expor seu acervo de imagens de organismos fotografados na costa de São Sebastião, estado de São Paulo. Álvaro reuniu, além de suas imagens, acervos de outros fotógrafos envolvidos nesse tipo de pesquisa. Alberto Lindner é biólogo, estuda a evolução dos organismos marinhos e é um dos fotógrafos convidados por Álvaro, além de curador da exposição. Ele afirma que o objetivo central é ??tocar o público e esclarecer que esses animais existem e são importantes para o equilíbrio do ecossistema marinho?. A idéia é mostrar que eles são abundantes, apesar da maioria das pessoas não os verem - por serem pequenos, alguns transparentes, e pouco explorados - e que são tão admiráveis e belos quanto os animais de grande porte.

Além das fotos tiradas na costa de São Sebastião, algumas imagens são originárias das águas profundas do Alaska, tiradas por Lindner durante seu doutorado nos EUA e incluídas na exposição, já que não se tem fotos assim da costa brasileira, por falta de estrutura necessária para esse tipo de exploração.

Alguns animais fotografados têm menos de um milímetro de comprimento e exigiram técnicas especiais para a captura de suas imagens. Um microscópio eletrônico de varredura, que aumenta em até três mil vezes a imagem e atribui um efeito interessante a ela; o microscópio de luz, que permite observar animais como pequenas larvas de ouriços-do-mar; além de uma rede de plâncton (animais pequenos que vivem a deriva nas ondas), foram os instrumentos utilizados pelos fotógrafos Inácio da Silva Neto e Bruno C. Vellutini - que compõem o grupo de pesquisadores responsável pela mostra. Outros organismos foram capturados e transportados para aquários especiais ?? com paredes pretas para realçar seus detalhes ?? para que fossem, então, fotografados, com uma iluminação própria.

A exposição conta com 50 fotos de seres como lulas, corais, larvas de moluscos, águas-vivas de diferentes tipos e cores, lírio do mar, e muitos outros; quatro vídeos desses animais em seu habitat natural; além de um box com esqueletos, plânctons, larvas e embriões para serem observados com uma lupa disponibilizada pelos organizadores. Algumas imagens são resultado de uma reconstrução computadorizada (formada pela união de mais de 100 poses) e são tridimensionais (óculos 3D são colocados à disposição do público para a observação dessas figuras). As imagens têm legendas com nomes científicos e populares dos seres-vivos, para que o conteúdo seja acessível a um número maior de espectadores.

A exposição ??Oceano: vida escondida? já esteve em São Sebastião no ano de 2007, no Projeto TAMAR em Ubatuba no início de 2008 e chega a São Paulo, na Estação Ciência, ficando lá até o dia 8 de junho deste ano.

Mais informações: http://www.usp.br/cbm/oceano

Serviço: Exposição ??Oceano: vida escondida?
Estação Ciência - R. Guaicurus, 1394, Lapa. São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3673-7022
De terças a sexta, de 8 às 18 horas; fins de semana e feriados, das 9 às 18 horas;
Entrada: R$ 2,00 (grátis para menores de 6 anos e maiores de 60 e para todos no primeiro sábado e terceiro domingo de cada mês).
http://www.eciencia.usp.br

Leia também...
Nesta Edição
Destaques

Educação básica é alvo de livros organizados por pesquisadores uspianos

Pesquisa testa software que melhora habilidades fundamentais para o bom desempenho escolar

Pesquisa avalia influência de supermercados na compra de alimentos ultraprocessados

Edições Anteriores
Agência Universitária de Notícias

ISSN 2359-5191

Universidade de São Paulo
Vice-Reitor: Vahan Agopyan
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Jornalismo e Editoração
Chefe Suplente: Ciro Marcondes Filho
Professores Responsáveis
Repórteres
Alunos do curso de Jornalismo da ECA/USP
Editora de Conteúdo
Web Designer
Contato: aun@usp.br