ISSN 2359-5191

15/12/2009 - Ano: 42 - Edição Nº: 97 - Ciência e Tecnologia - Instituto de Física
Físico prevê colapso da Internet em 20 anos

São Paulo (AUN - USP) - Em 2029, não podemos ter 100 a 1000 vezes a capacidade atual de circulação de Informações na Internet. Segundo o trabalho apresentado recentemente no Instituto de Física da USP pelo pesquisador Hugo Fragnito, da Unicamp, a rede de fibras óticas não suportará o crescimento de transmissão de dados na rede.

Fragnito explica que ??hoje utilizamos 40 lasers numa fibra ótica, cada laser comporta dez gibabytes por segundo?. Ainda não existe tecnologia para otimizar esse processo. Os sistemas mais avançados podem comportar 80 lasers de 40 gigas por segundo cada ?? o que seria da ordem de apenas dez vezes o fluxo atual de uma fibra.

O Youtube foi criado em fevereiro de 2005. Um ano depois o tráfego estava aumentando em uma taxa de 20% ao mês e as telecomunicações não crescem nesse ritmo. Em 2008, o site já usava a mesma quantidade que a Internet inteira em 2000.

O consumo de energia é outro empecilho tecnológico. Empresas de telecomunicações movimentam 7% do PIB mundial. Se essas empresas conseguissem instalar cabos óticos o suficiente, o gasto de energia elétrica do setor seria da ordem de US$ 400 trilhões. O PIB mundial hoje é de US$ 63 trilhões.

Vai haver, em breve, um congestionamento da Internet. O tráfego gerado vai exaurir a capacidade das fibras óticas. Segundo Fragnito,??ou ela pára ou ela fica cara, só para poucos?.

Fibras óticas na História
O Prêmio Nobel de Física 2009 é compartilhado: metade para os inventores da primeira tecnologia bem-sucedida de formação de imagens usando um sensor digital e a outra parte para a pesquisa que mostrou como a luz poderia ser transmitida a longas distâncias por meio de fibras óticas.

A primeira linha de fibra ótica foi instalada em 1875 na Escócia e 1877 nos EUA. A extensão da rede hoje é de 1 bilhão de quilômetros, ou seja 25 mil vezes o diâmetro da Terra.

A internet seria completamente impossível por um preço razoável, sem essa tecnologia, que propiciou uma globalização, principalmente da economia e das redes sociais.

Leia também...
Nesta Edição
Destaques

Educação básica é alvo de livros organizados por pesquisadores uspianos

Pesquisa testa software que melhora habilidades fundamentais para o bom desempenho escolar

Pesquisa avalia influência de supermercados na compra de alimentos ultraprocessados

Edições Anteriores
Agência Universitária de Notícias

ISSN 2359-5191

Universidade de São Paulo
Vice-Reitor: Vahan Agopyan
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Jornalismo e Editoração
Chefe Suplente: Ciro Marcondes Filho
Professores Responsáveis
Repórteres
Alunos do curso de Jornalismo da ECA/USP
Editora de Conteúdo
Web Designer
Contato: aun@usp.br