ISSN 2359-5191

19/09/2011 - Ano: 44 - Edição Nº: 86 - Sociedade - Museu Paulista
Retrato infantil invade Museu Paulista

São Paulo (AUN - USP) - O Museu Paulista da Universidade de São Paulo, espaço cultural localizado no Parque da Independência, exibe até o dia 6 de novembro a mostra Nossos Pequeninos ?? retratos de bebês entre 1860 e 1940, em que estão sendo expostos cerca de 250 retratos de crianças produzidos entre os anos de 1860 e 1940 ?? período total compreendido pelo acervo fotográfico da instituição.

De acordo com a curadora Shirley Ribeiro, a ideia nasceu da necessidade de o museu expor algumas obras que já estavam no acervo, mas não se encaixavam nas exposições permanentes. ??O Museu Paulista tem um espaço dedicado apenas a exposições temporárias em que procuramos mostrar as peças novas, recém-adquiridas, e também as que estão por aqui há bastante tempo, mas que por algum motivo não se encaixam na linha das nossas exposições permanentes. ? o caso desses retratos. Percebemos que tínhamos um grande número de fotografias de bebês que nunca foram colocadas lado a lado, então fizemos esse recorte temático e organizamos a mostra?, declarou.

? a primeira vez que o museu realiza uma exposição deste tipo - o mais próximo que chegou de temas infantis foi uma mostra, feita há 5 anos, totalmente composta por brinquedos antigos. Entre os trabalhos de Nossos Pequeninos, ganharam maior destaque os retratos produzidos por fotógrafos já conhecidos pelo público, especialmente os do carioca Militão Augusto de Azevedo (1837 ?? 1905), considerado um dos grandes nomes do século XIX, do pintor Valério Vieira (1862 ?? 1941) e do suíço naturalizado brasileiro Guilherme Gaensly (1843 ?? 1928). Compõem o restante do ambiente fotografias de profissionais amadores e também de autores desconhecidos.

Ainda segundo Shirley, a exposição mostra-se interessante principalmente por unir o formalismo do gênero retrato à graça e à delicadeza das crianças representadas. Além disso, ela abre caminhos para uma série de análises e possíveis pesquisas a respeito das marcantes transformações sociais e tecnológicas observadas entre os séculos 19 e 21.

??O interessante é que, por meio desses retratos, podemos perceber diversos aspectos daquela época que foram totalmente modificados com o passar dos anos. Em todas as imagens expostas, as crianças mantêm expressões sérias, e isso é totalmente compreensível, já que as fotografias eram difíceis de serem produzidas, exigiam tempo e dedicação. E elas só eram feitas em datas comemorativas, pois também era um processo muito caro, que poucos podiam pagar. Por todos esses motivos, aquelas crianças não se sentiam à vontade durante as sessões. O que não é igual hoje, que todas elas são acostumadas com as câmeras desde os primeiros dias de vida?, concluiu.

Exposição Nossos Pequeninos ?? retratos de bebês entre 1860 e 1940
Período: 23/08/2011 a 06/11/2011
Local: Museu Paulista da Universidade de São Paulo, Parque da Independência, s/n, Ipiranga, São Paulo, SP
Funcionamento: Terça a domingo, das 9h às 17h
Ingressos: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia)

Leia também...
Nesta Edição
Destaques

Educação básica é alvo de livros organizados por pesquisadores uspianos

Pesquisa testa software que melhora habilidades fundamentais para o bom desempenho escolar

Pesquisa avalia influência de supermercados na compra de alimentos ultraprocessados

Edições Anteriores
Agência Universitária de Notícias

ISSN 2359-5191

Universidade de São Paulo
Vice-Reitor: Vahan Agopyan
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Jornalismo e Editoração
Chefe Suplente: Ciro Marcondes Filho
Professores Responsáveis
Repórteres
Alunos do curso de Jornalismo da ECA/USP
Editora de Conteúdo
Web Designer
Contato: aun@usp.br