ISSN 2359-5191

13/12/2002 - Ano: 35 - Edição Nº: 26 - Sociedade - Faculdade de Educação
Temas medievais ganham centro de estudos

São Paulo (AUN - USP) - Os temas medievais finalmente ganham um espaço de estudo e produção acadêmica e editorial. ? o Centro de Estudos Medievais ?? Oriente & Ocidente (CEMOrOc), que foi recentemente aprovado pela Faculdade de Educação da USP. Na verdade, o centro já existe desde 1997, e conta com ampla produção editorial e acadêmica, além de parcerias com universidades da Europa. Atualmente, dez revistas são publicadas pela Internet em 15 idiomas.

De acordo com Jean Lauand, professor da USP e coordenador do CEMOrOc, ??o surgimento do centro está muito ligado com a Internet. As revistas têm edições impressas e eletrônicas?. Ele afirma ainda que, apesar dos números impressos, a produção é sobretudo virtual. ??Temos muitos leitores e uma grande repercussão?. O centro estuda a cultura medieval e a relação entre o oriente (árabe e chinês) e o ocidente. ??Essa articulação entre medieval e árabe é muito importante?, afirma Lauand. ??Tivemos muitas recomendações lá fora.?

Agora oficializado, o centro é resultado de uma parceria entre o Departamento de Filosofia da Educação (Faculdade de Educação), o Departamento de Letras Orientais (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas), ambos da USP, com as Universidades Autônoma de Madrid e Autônoma de Barcelona, na Espanha, as Universidades de Frankfurt e de Freiburg, na Alemanha, e a Universidade do Porto, em Portugal, através do Gabinete de Filosofia Medieval.

O centro abre um canal institucional que antes era inexistente, pois esta área de estudos medievais tem pouco espaço na mídia. Assim, o centro permite a publicação de pesquisas e artigos de professores, além de promover um rico intercâmbio entre as universidades participantes. Só para a USP, esta parceria já rendeu, desde outubro, quatro seminários internacionais, um deles contando com a presença de mais de 300 pessoas.

Além das pesquisas e artigos de professores, o centro publica material de pensadores da atualidade. ??Há grandes pensadores que dão exclusividade às nossas publicações?, afirma Lauand. ??Eles ficam encantados em ter seus trabalhos traduzidos para o chinês, o árabe e o catalão.? Alfonso López Quintás, Julián Marías e Josef Pieper são alguns dos pensadores que têm seus trabalhos publicados pelas revistas do centro.

A repercussão deste trabalho tem sido grande, principalmente no meio acadêmico. ??Há no Brasil grande aceitação por parte dos colegas?, afirma Lauand. ??Mas na Europa essa repercussão é bem maior. Afinal, as universidades européias são todas medievais. Existiam desde antes o Brasil ser descoberto?, afirma. Para o ano que vem, Lauand espera uma atividade ainda maior, já que o centro foi oficializado.

Mais informações sobre o CEMOrOc, bem como datas de eventos e novas publicações, acesse www2.fe.usp.br/~cemoroc. Para ver as publicações do centro em 15 línguas, acesse www.hottopos.com/revistas.htm.

Leia também...
Agência Universitária de Notícias

ISSN 2359-5191

Universidade de São Paulo
Vice-Reitor: Vahan Agopyan
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Jornalismo e Editoração
Chefe Suplente: Ciro Marcondes Filho
Professores Responsáveis
Repórteres
Alunos do curso de Jornalismo da ECA/USP
Editora de Conteúdo
Web Designer
Contato: aun@usp.br