ISSN 2359-5191

16/07/2003 - Ano: 36 - Edição Nº: 12 - Meio Ambiente - Centro Incubador de Empresas Tecnológicas
Aquecedor solar de baixo custo economiza 80% de energia

São Paulo (AUN - USP) - O racionamento de energia fez com que muitos brasileiros reduzissem o tempo de seus banhos, afinal, uma ducha mais demorada tinha começado a pesar no bolso. O apagão foi embora, mas pode voltar. No entanto, mesmo que isso aconteça, fique tranqüilo, pois seus banhos não precisarão mais ser encurtados. A sociedade do Sol, uma empresa sem fins lucrativos incubada no Cietec (Centro Incubador de Empresas Tecnológicas), localizada na USP, desenvolveu um aquecedor solar de baixo custo (ASBC) que é capaz de economizar 80% da energia elétrica utilizada no chuveiro elétrico convencional.

O aquecedor é do tipo faça-você-mesmo. Ele distribuído em forma de um kit composto por materiais baratos e de fácil obtenção, como plástico, isopor, tubo e cola, entre outros. Para se fazer o reservatório térmico, pode-se usar papelão, isopor, alvenaria, além das caixas-d'água tradicionais, em combinação com placas furadas de PVC (poli cloreto de vinila), um material feito a partir do cloro e do eteno, que é um derivado do petróleo, para converter a luz em calor.

A ONG Sociedade do Sol tem como objetivo contribuir para disseminação de novas e empreendedoras tecnologias solares no país. O engenheiro e diretor Augustin T. Woelz abriu mão da patente do ASBC para que houvesse uma rápida divulgação dessa tecnologia no Brasil. A sociedade ambiciona levar a tecnologia à cerca de 31.000.000 de casas.

? um número alto, mas devido ao baixo custo do aquecedor e a facilidade em montá-lo, não é impossível de ser alcançado. Um grande passo nessa direção já foi dado. A Sociedade do Sol fez um convênio com a prefeitura de Apucarana, uma cidadezinha próxima a Londrina, no Paraná, para transferir a tecnologia de aquecimento solar a baixo para o município por tempo indeterminado.

O convênio pretende levar ao conhecimento do maior número de pessoas possível, em especial as pertencentes às classes de menor renda, a alternativa barata e acessível de aquecimento que é o ASBC. Augustin Woelz já ministrou um curso de capacitação para a fabricação e instalação do aquecedor solar de baixo custo para membros da Secretaria Municipal de Tecnologia do município de Apucarama, os responsáveis pela implantação do projeto na cidade.

Além disso, a Sociedade do Sol se comprometeu em colaborar na elaboração de um sistema para a secagem de grãos, frutas, madeiras e outros produtos agrícolas que necessitem de calor.

Leia também...

Agência Universitária de Notícias

ISSN 2359-5191

Universidade de São Paulo
Vice-Reitor: Vahan Agopyan
Escola de Comunicações e Artes
Departamento de Jornalismo e Editoração
Chefe Suplente: Ciro Marcondes Filho
Professores Responsáveis
Repórteres
Alunos do curso de Jornalismo da ECA/USP
Editora de Conteúdo
Web Designer
Contato: aun@usp.br