HOME II BIENAL CALENDÁRIO APRESENTAÇÕES TEXTOS PARCEIROS EXPEDIENTE CONTATO
Espetáculo:
CUBALÂNDIA:
(CUBA)

Resultado do atual processo de reorganização da economia cubana, irrompe no âmbito nacional, de maneira festiva e alvissareira, a figura da “cuentapropista” – a “empresária por conta própria”, isto é, a empreendedora.

Yara, a Chinesa, tem três licenças e todos os apoios: uma foto de Fidel e Raúl e um índio contra o mau-olhado. Yara oferece excursões nas duas moedas circulantes em Cuba e, em cada proposta, alerta sobre as estratégias de recuperação do que for gasto. Viajar com ela para a Varadero, Viñales, Trinidad ou Santiago de Cuba é sempre um investimento. Sua proposta é sempre única, perfeita – uma pechincha. Para ilustrar seus itinerários escolhe um mapa fragmentado da ilha: seu negócio é o próprio país e seus clientes potenciais são os próprios cubanos, gente comum, o que constitui um pungente e irônico jogo com uma realidade onde a possibilidade de tirar férias é uma impossibilidade para a grande maioria, vítima da dualidade monetária e dos magros salários.

O grupo teatral El Ciervo Encantado foi fundado em Havana, Cuba, em 1996, a partir de uma experiência pedagógica intensa e sui generis desenvolvida pela atriz e diretora Nelda Castillo no Instituto Superior de Arte de Cuba.

Desde então o grupo tem produzido um fecundo trabalho artístico a partir –

de processos profundos de investigação, que propiciaram a criação de uma linguagem própria, caracterizada por marcado interesse pelo domínio de treinamento atoral singular que lhe permite alcançar um modo particular de expressão teatral.

Destacam-se suas explorações no universo conceitual da encenação e a utilização de fontes literárias, históricas, plásticas, musicais e da dança, no sentido de uma linguagem artística nova e questionadora da realidade atual. Neste sentido, são significativas as pesquisas a partir de autores como Severo Sarduy, Guillermo Cabrera Infante, Fernando Ortiz, ou José Marti, entre outros. Além disso, o grupo, cuja vocação experimental está dirigida à exploração da identidade cultural cubana em toda sua complexidade e riqueza, desenvolve a vertente das performances e intervenções públicas.

Perseguir esse cervo inapreensível que constitui a identidade de uma cultura em constante metamorfose, dá sentido à vida desta curiosa criatura teatral.

Cubalândia propõe um olhar descarnado e sem enfeites na direção de uma caricatura da Cuba de hoje. Sua criação introduz uma série de questões sobre o sujeito e sua relação com o meio. A atriz caminha por um fio de navalha. Vender um país é, sem dúvida, um ato desesperado de sobrevivência.

Espetáculo CUBALÂNDIA
País CUBA
Quando 02 e 03 DE DEZ 2015
Horário 21H30
Local SP Escola de Teatro - Sede Roosevelt
Endereço Pç. Roosevelt, 210 - Centro - 11 3775.8600
Duração 80 MIN
Lotação 80 LUGARES
Classificação 18 ANOS

Atuação e Performance em Cena Mariela Brito Desenho de Produção El Ciervo Encantado (Telão, obra Dupla Moeda, do artista plástico Lázaro Saavedra) Assistência Técnica Jaime Gómez Triana Produção El Ciervo Encantado Direção Geral Nelda Castillo

Resultado del proceso de reordenamiento actual de la economía cubana irrumpe, de manera esperanzadora y festiva, en el ámbito nacional, el personaje de la cuentapropista. Yara La China oferta excursiones en las dos monedas circulantes en Cuba y, en cada propuesta, alerta sobre las estrategias de recuperación de lo gastado. Su negocio es el propio país y sus clientes potenciales son los propios cubanos de a pie, lo que constituye un punzante juego irónico con una realidad donde la posibilidad de vacacionar es un imposible para la gran mayoría, víctima de la dualidad monetaria y de los paupérrimos salarios. Cubalandia propone una mirada descarnada y sin atenuantes, por el camino del choteo, a la Cuba de hoy. Vender un país es, sin duda, un acto desesperado de supervivencia.

El Ciervo Encantado se fundó en La Habana en 1996 y desde entonces ha creado un lenguaje propio, a partir de la obra de autores como Sarduy, Guillermo Cabrera Infante y Reinaldo Arenas. El grupo desarrolla con fuerza la vertiente de la performance y las intervenciones públicas. Perseguir a ese ciervo inapresable que constituye la identidad de una cultura en constante metamorfosis, da sentido de vida a esta curiosa criatura teatral. El grupo ha recibido importantes reconocimientos como el Gran Prix a la Mejor producción del Festival Internacional de Teatro de Mount Laurier, Québec.

The character of the entrepreneur breaks out on the national scene, in a festive and auspicious manner, thanks to the ongoing reorganization of the Cuban economy. Yara la China is a travel agent whose customers are Cubans who visit their own island – a poignant irony in a country where the vast majority does not have purchasing power to go on vacation. Cubaland proposes a no-frills, gaunt – and mocking – look to the Cuba of today. To sell a country is definitely a desperate act of survival.

The group El Ciervo Encantado (La Habana, 1996) developed, since the beginning, a language of their own, taking cues from authors such as Severo Sarduy, José Martí, Guillermo Cabrera Infante and Reinaldo Arenas. The group stands out for its work in performance and public intervention fields. The aim of this collective is to pursue this elusive deer that constitutes the identity of a culture in constant metamorphosis.

The group has received numerous awards in Cuba, in addition to the Best Production prize at the International Theater Festival of Mount Laurier Theatre, Quebec.

Baixe a Agenda ou o Catálogo completo da II Bienal
CALEN-
DÁRIO
22h
27 NOV
2015
Brasil
Espetáculo: Anatomia do Fauno
Sp Escola – Roosevelt
17h
28 NOV
2015
Brasil
Abertura da Bienal: Maria Arminda do Nascimento Arruda
TUSP - Teatro da USP
17h
28 NOV
2015
México
Conferência: Alberto Villarreal
TUSP - Teatro da USP
20h
28 NOV
2015
México
Espetáculo: O Rumor do Incêndio
TUSP - Teatro da USP
22h
28 NOV
2015
Brasil
Espetáculo: Anatomia do Fauno
Sp Escola – Roosevelt
20h
29 NOV
2015
México
Espetáculo: O Rumor do Incêndio
TUSP - Teatro da USP
CARREGAR MAIS
apoios /
parce-
rias /
agrade-
cimen-
tos

Agradecimentos Abílio Tavares, Abril Alzaga, Adriana Fragalle Moreira, Aline Rosa Lopes Santana Barros Dezio e equipe de compras Reitoria/USP, Beatriz Elena Paredes Rangel, Camila Rodrigues, Camilla de Carli, Carla Estefan, Cecílio de Souza, Celso Frateschi, Centro de Estudos Migratórios, Consulado Geral do México em São Paulo, Eduardo Alves, Elen Londero, Embaixada do México no Brasil, Flavio Desgranges, Flávio Pontes, Gabriel Salles, Giuliana Simões, Grupo Coordenador de Atividades de Cultura e Extensão Universitária do Campus de São Carlos, Guilherme Marques, Hamilton de Castro Teixeira Silva, Ileana Dieguez, Inerte, Ivam Cabral, Jean Carlo Cunha, João Marcos de Almeida Lopes, José Gerardo Traslosheros Hernández, Kil Abreu, Leticia Carvalho, Limão Rosa Café e Duilio Ferronato, Luis Carlos da Conceição, Mara Célia Ramos Teixeira, Marcelo Denny, Marcelo D’Avilla, Maria Arminda do Nascimento Arruda, Maria Fernanda Vomero, Mario Espinosa, Missão Paz, Movimento dos Teatros Independentes de São Paulo, Oscar Soberane Benítez, Pe. Antenor Dalla Vecchia, Pe. Paolo Parisi, Pedro Granato, Ricardo Pettine, Sandra Cristina Campos, Sesc Santos, Socorro Barbosa, Sonia Gra etti, Sonia Sobral, SP Escola de Teatro, Stenio Ramos, Sylvia Caiuby Novaes, Sylvia Moreira, Tuca Capelossi, Valdecir Gouvea, Valdir Previde, Vicente Mattos e Valmir Santos.