HOME II BIENAL CALENDÁRIO APRESENTAÇÕES TEXTOS PARCEIROS EXPEDIENTE CONTATO
Espetáculo:
NOTAS DE COZINHA:
(COLÔMBIA)

Notas de Cozinha se apresenta como teatro inegavelmente político, mas não ideológico. Não esgota seu significado no imediatismo da ação, no aqui e no agora daquilo que é dito e que é feito. Aqui, a realidade aparece sob uma luz diferente, e descobre fatos e possibilidades que, invisíveis apenas um segundo antes, ficam agora expostos e à vista de todos.

A peça traça um paralelo entre a paixão pela culinária e a paixão sexual, baseado no constante fluxo e refluxo das emoções e na necessidade de atingir ou preservar “o ponto” – de frio, calor, cocção ou sal. Violência, erotismo e gastronomia fazem parte da encenação, que procura despertar os sentidos do espectador e envolvê-lo em uma experiência teatral contemporânea.

Escrita por Rodrigo García, trata da história de três amigos (dois homens e uma mulher) que, como em um jogo de sedução, propõem situações diversas e o que nelas fariam. A hipocrisia dos prêmios, a educação dos filhos, os hotéis de luxo ou os restaurantes de alto valor são temas que os três atores abordam em um ambiente de festa que inclui o espectador.

Os atores contam, com ironia e humor negro, quais seriam suas decisões:

alugar um quarto em um hotel caro e destruílo, ou contratar um estádio para um casamento, dentre outras.

Nascido em Barcelona (Espanha), Marc Caellas é artista, diretor de cena, dramaturgo e escritor. Como criador, gosta de incorporar o imprevisível em suas obras: busca trazer situações – em vez de cenas –, e tratar de operadores – e não atores.

Suas últimas propostas teatrais, estreadas em Barcelona, são Cuerpo Serrano (2015) e Guiris Go Home (2015). Anteriormente, em Buenos Aires, apresentou Entrevistas Breves con Escritores Repulsivos (2011) e El Paseo de Robert Walser (2012). Em Bogotá estreou Los Críticos También Lloran (2009) a partir de texto de Roberto Bolaño; Haberos Quedado en Casa, Capullos! (2008) e Notas de Cocina (2013), ambas de Rodrigo García; Las Listas (2012), de Julio Wallovits, e Cuento mi Vida (2014), projeto de teatro documental ligado a Esteban Feune, da Colômbia, com quem criou a Compañía La Soledad. Publicou ainda os livros Carcelona (2011), Caracaos (2014) e Teatro del Bueno (2015).

Espetáculo NOTAS DE COZINHA
País COLÔMBIA
Quando 05 e 06 de dez 2015
Horário 20h
Local TUSP - Teatro da USP
Endereço Rua Maria Antônia, 294 - Consolação - 11 3123 5233 - 11 3123 5205
Duração 80 MIN
Lotação 98 LUGARES
Classificação 12 ANOS

Elenco Matías Maldonado, Hernán Cabiativa e Martha Márquez Direção Marc Caellas Dramaturgia Rodrigo García Adaptação Marc Caellas Produção Espacio Odeón Assistente de Produção e Direção Vanessa Adatto Figurino e Adereços Espacio Odeón Fotos e Vídeo Danilo Canguçu

Notas de Cocina, escrita por Rodrigo García, es teatro innegablemente político, pero no ideológico. El trabajo tranza un paralelo entre la pasión culinaria y la pasión sexual. Violencia, erotismo y gastronomía hacen parte de la puesta, que busca despertar los sentidos del espectador y envolverlo en una experiencia teatral contemporánea.

Marc Caellas (Barcelona, España), es artista, director teatral, dramaturgo y escritor. Como creador le gusta incorporar lo imprevisible en sus obras, busca traer situaciones – y no escenas – y trabajar con operadores – al contrario de actores. Sus últimas propuestas teatrales, estrenadas en Barcelona, son Cuerpo Serrano (2015) y Guiris go home (2015). En Buenos Aires ha dirigido Entrevistas Breves con Escritores Repulsivos ( 2011) y El paseo de Robert Walser (2012). En Bogotá, entre otros, Los críticos también lloran (2009) a partir de texto de Roberto Bolaño, Haberos quedado en casa, capullos! (2008) y Notas de Cocina (2013) ambas de Rodrigo García . Ha publicado los libros Carcelona (2011), Caracaos (2014) y Teatro del Bueno (2015).

Cooking Notes, written by Rodrigo Garcia, is undeniably political theater – but never ideological. The work draws parallels between the passion for cooking and sexual passion .Violence, eroticism and gastronomy are part of the scenario, which seeks to awaken the senses of the viewer and wrap it in a contemporary theatrical experience.

Born in Barcelona (Spain), Marc Caellas is an artist, stage director, playwright and writer. As creator, he likes to incorporate the unpredictable in his works; he seeks to bring situations – not scenes – and treats ‘operators’ – rather than actors. His last theatrical proposals premiered in Barcelona, they are Cuerpo Serrano (Slender Body, 2015) and Guiris Go Home (2015). He also staged Entrevistas Breves con Escritores Repulsivos (Brief Interviews With Hideous Writers, 2011) and El paseo de Robert Walser (The walk of Robert Walser, 2012), both in Buenos Aires. In Bogotá, among others, he was responsible for Los críticos también lloran (Critics also cry ) (2009) from a text by Roberto Bolaño, Haberos quedado en casa, capullos! (We Stayed at Home, Cocoons!, 2008) and Notas de Cocina (Cooking Notes, 2013) both by Rodrigo García. He also published Carcelona (2011), Caracaos (2014) and Teatro del Bueno (2015)

Baixe a Agenda ou o Catálogo completo da II Bienal
CALEN-
DÁRIO
22h
27 NOV
2015
Brasil
Espetáculo: Anatomia do Fauno
Sp Escola – Roosevelt
17h
28 NOV
2015
Brasil
Abertura da Bienal: Maria Arminda do Nascimento Arruda
TUSP - Teatro da USP
17h
28 NOV
2015
México
Conferência: Alberto Villarreal
TUSP - Teatro da USP
20h
28 NOV
2015
México
Espetáculo: O Rumor do Incêndio
TUSP - Teatro da USP
22h
28 NOV
2015
Brasil
Espetáculo: Anatomia do Fauno
Sp Escola – Roosevelt
20h
29 NOV
2015
México
Espetáculo: O Rumor do Incêndio
TUSP - Teatro da USP
CARREGAR MAIS
apoios /
parce-
rias /
agrade-
cimen-
tos

Agradecimentos Abílio Tavares, Abril Alzaga, Adriana Fragalle Moreira, Aline Rosa Lopes Santana Barros Dezio e equipe de compras Reitoria/USP, Beatriz Elena Paredes Rangel, Camila Rodrigues, Camilla de Carli, Carla Estefan, Cecílio de Souza, Celso Frateschi, Centro de Estudos Migratórios, Consulado Geral do México em São Paulo, Eduardo Alves, Elen Londero, Embaixada do México no Brasil, Flavio Desgranges, Flávio Pontes, Gabriel Salles, Giuliana Simões, Grupo Coordenador de Atividades de Cultura e Extensão Universitária do Campus de São Carlos, Guilherme Marques, Hamilton de Castro Teixeira Silva, Ileana Dieguez, Inerte, Ivam Cabral, Jean Carlo Cunha, João Marcos de Almeida Lopes, José Gerardo Traslosheros Hernández, Kil Abreu, Leticia Carvalho, Limão Rosa Café e Duilio Ferronato, Luis Carlos da Conceição, Mara Célia Ramos Teixeira, Marcelo Denny, Marcelo D’Avilla, Maria Arminda do Nascimento Arruda, Maria Fernanda Vomero, Mario Espinosa, Missão Paz, Movimento dos Teatros Independentes de São Paulo, Oscar Soberane Benítez, Pe. Antenor Dalla Vecchia, Pe. Paolo Parisi, Pedro Granato, Ricardo Pettine, Sandra Cristina Campos, Sesc Santos, Socorro Barbosa, Sonia Gra etti, Sonia Sobral, SP Escola de Teatro, Stenio Ramos, Sylvia Caiuby Novaes, Sylvia Moreira, Tuca Capelossi, Valdecir Gouvea, Valdir Previde, Vicente Mattos e Valmir Santos.