Marimba de chonta: um instrumento de matriz africana- Considerações sobre a sua representação no projeto de identidade nacional da Colômbia

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: SCRIPT_NAME in conf_path() (line 569 of /www/celacc/includes/bootstrap.inc).
Autor: Carlos Andrés Gutiérrez
Ano da Defesa
2015

Resumo

Este artigo aborda a marimba de chonta, xilofone cuja estrutura harmônica difere das regras de afinação ocidentais. Esse instrumento musical de origem africana está presente nas tradições culturais da região do Pacífico sul da Colômbia e Equador. O exercício desta prática cultural se insere nas relações de poder que diferenciam e hierarquizam expressões simbólicas, e no modo como o sentido de projeto nacional faz uso da diversidade cultural, que só consegue se perpetuar por meio da resistência. Em 2010, a marimba foi declarada pela UNESCO patrimônio cultural e imaterial da humanidade, o que concedeu uma dignificação a uma manifestação que nem sempre foi prezada e reconhecida como símbolo da cultura nacional. Nesta pesquisa aborda-se este instrumento na perspectiva dos estudos pós-coloniais, com o intuito de discutir noções preestabelecidas sobre o folclore e sobre as representações ancoradas em uma visão eurocêntrica, a partir do relato de Gualajo, considerado o rei da marimba na Colômbia, e da análise de artigos de jornais nacionais em diferentes momentos.