Marta

Medeiros e Albuquerque

Lançado em 1920 pela editora Francisco Alves, o romance Marta, de Medeiros e Albuquerque, foi reeditado em duas oportunidades: 1922, também pela Francisco Alves, e 1932, pela Renascença Editora, quando o autor ainda vivia. Depois disso, deixou de circular.

O romance conta a história de Leopoldo Braga, homem conquistador e mulherengo que, ao descobrir ser pai de uma filha bastarda, envolve-se numa trama de segredos e enganos, em meio a uma sociedade conservadora e preconceituosa.
O drama em que se enredam Leopoldo, Margarida e Marta configura uma história com final inesperado, que talvez fosse incompreensível fora dos padrões comportamentais e dos valores morais de uma época, em certos aspectos, mais intolerante do que a atual.

A Coleção Reserva Literária, da editora-laboratório Com-Arte em parceria com a EDUSP, oferece ao leitor o seu segundo número, com a cuidadosa edição modernizada e anotada desse romance de Medeiros e Albuquerque.

 

Link da Editora Com-Arte