Diversidade em Ciência: Diosmar Filho analisa a territorialidade quilombola

“O território quilombola trabalha na perspectiva da democracia dos bens naturais para a construção de uma nação e reconhece a identidade negra quilombola e não uma população escravizada descendente de escravo”, ressalta Diosmar Filho

Por Ricardo Alexino Ferreira
Jornal da USP, em 16/11/2020

O professor Ricardo Alexino Ferreira entrevista o geógrafo Diosmar Marcelino de Santana Filho, professor e coordenador acadêmico da Pós-Graduação de Ensino a Distância, em Estado e Direito dos Povos e Comunidades Tradicionais, da Superintendência de Educação a Distância e Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Diosmar Filho, mestre em Geografia pela UFBA, é autor do livro A Geopolítica do Estado e o Território Quilombola no Século XXI, lançado pela Paco Editorial. Durante a entrevista, Diosmar  fala sobre geopolítica e territorialidade quilombolas. “O território quilombola trabalha na perspectiva da democracia dos bens naturais para a construção de uma nação e reconhece a identidade negra quilombola e não uma população escravizada descendente de escravo”, ressalta o professor.


Diversidade em Ciência

Diversidade em Ciência é um programa de divulgação científica voltado para as ciências das diversidades e direitos humanos, e vai ao ar toda segunda-feira, às 13 horas, com reapresentações às terças-feiras, às duas horas da manhã, e aos sábados, às 14 horas, com direção e apresentação do jornalista e professor da ECA-USP e membro da Comissão de Direitos Humanos da USP, Ricardo Alexino Ferreira, e operação de áudio de João Carlos Megale.

Diversidade em Ciência é gravado nos estúdios do Departamento de Comunicações e Artes/Educomunicação, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

A Rádio USP-FM pode ser sintonizada em 93,7 MHz/SP ou pelo link http://jornal.usp.br/radio/