logotipo do Claro!

De repente 40

Por Julia Vieira

Foto página 10

 

A meia idade é um processo subjetivo e difícil de se explicar. Para alguns, ela é causa de ansiedade e se instala como se tivesse hora marcada para chegar. ˜Eu falo para uma amiga minha que quando eu fiz 40 anos, acordei no dia seguinte e já não enxergava como antes”, brinca a psicanalista Elizabeth Mori

Além da mudança de dígito, eventos como divórcio, redirecionamento da carreira, filhos que saem do lar e falecimento dos pais tendem a acontecer nessa época da vida. Esses episódios podem causar a crise da meia idade, que quando ocorre, é procedida por grandes mudanças, explica a psicóloga Suzane Guedes, especialista em Desenvolvimento Humano.

Para as mulheres, há uma forte mudança biológica causada pela menopausa. Mas elas também sofrem por pressões sociais. A gerente Cláudia Alves por vezes esquece que chegou aos 45, mas o seu corpo a lembra constantemente que os anos estão passando. Apesar disso, Claudia se chateia quando a chamam de velha: “não me sinto assim”, desabafa. Assumir e aceitar a nova condição física pode ser um problema.

Para os homens, é diferente. Alguns, como Célio de Oliveira, de 45 anos, nem notaram a chegada dos 40, diferentemente do que relata Elizabeth Mori. No entanto, apesar da questão biológica não afetar tanto o sexo masculino, o aspecto social é um fator importante para o surgimento da crise.

Isso ocorre porque por muito tempo os homens estiveram ligados ao poder. Porém, conforme vão envelhecendo, muitas empresas acabam contratando pessoas mais jovens em seu lugar. A perda da posição que anteriormente ocupavam coloca em xeque a visão de poder masculina.

Esse é um dos episódios que podem resultar grandes em transformações na vida de uma pessoa. Por isso, para a psicologia, a meia idade é vista como um momento positivo. Em meio a tantas mudanças, é um momento no qual a pessoa é convocada a repensar a vida. Para a manicure Sandra Regina, foi exatamente isso. Aos 40 anos, decidiu que ainda era tempo de recomeçar e pediu divórcio de um casamento conturbado. “Hoje eu vivo intensamente o presente”, relata.

 

O suplemento Claro! é produzido pelos alunos do 3º ano de graduação em Jornalismo, como parte da disciplina Laboratório de Jornalismo Impresso III.

Tiragem impressa: 8.000 exemplares

Expediente

Contato

Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Bloco A.

Cidade Universitária, São Paulo - SP CEP: 05508-900

Telefone: (11) 3091-4211

clarousp@gmail.com