dolly

Visita Jornalística ao Clube Pinheiros 

Ginásio de judô

por Pedro Paulo Argôlo

Na quinta-feira, 23 de novembro de 2017, às 14h30 do horário de Brasília, nós alunos da disciplina Jornalismo Esportivo – Uma Pauta Além do Futebol, visitamos o Esporte Clube Pinheiros. No clube treinam mais de 8000 atletas, sendo cerca de 300 deles em nível profissional e em 32 diferentes modalidades, sendo que 16 delas têm atletas confederados. O Pinheiros é modelo de clube poliesportivo no Brasil e na América Latina, tendo revelado atletas de prestígio como Daiane dos Santos, ginasta, César Cielo, nadador, e Rafael Silva, judô, entre muitos outros. Dos atletas de alto rendimento que treinam no clube, cerca de 10 a 15% deles são associados ao clube.

O Pinheiros tem 12 medalhas olímpicas em seu currículo, ou seja, se o clube fosse um país, estaria na mesma posição que a Venezuela no ranking histórico de medalhas olímpicas, e estaria a frente de países como Camarões (5 medalhas). Dessas medalhas do clube, 3 delas foram conquistadas no judô. Entre outros nomes, o judoca Tiago Camilo, prata em Sydney e Bronze em Pequim, treina no clube. Os treinos profissionais da categoria costumam ocorrer à noite, por isso, infelizmente não conseguimos assistí-lo.

Visitamos também um treino infantil de esgrima. Na esgrima existem três possíveis armas que podem ser utilizadas (sabre, florete e espada), e em cada categoria as regras são totalmente diferentes. Por exemplo, no sabre vale pontuação quando se acerta com a lateral ou a ponta do instrumento, mas só vale da cintura para cima do adversário, já na espada vale o corpo todo e no florete vale também só da cintura para cima, sendo que nesses dois últimos só vale um golpe com a ponta da arma. Muitas dessas regras têm uma explicação histórica: o florete costumava ser utilizado como treinamento para a espada, que era a arma padrão para confrontos, por isso com o florete só pode-se pontuar com golpes da cintura para cima, pois essa é a área vital do adversário, já a espada é uma arma mais fatal, por isso vale o corpo todo. Já no caso do sabre, ele era usado para duelos a cavalo, e não era comum ataques no animal, pois quem vencesse o combate desejava costumeiramente ficar com o cavalo do inimigo, por isso os golpes eram desferidos da cintura para cima.

Treino infanto-juvenil de esgrima

 

Nesse ano de 2017, o clube completa 118 anos de existência, nascido do futebol, hoje essa não é a sua principal modalidade, em esportes coletivos o clube tem sucesso em categorias como vôlei e basquete.

Entrevista com a maratonista Adriana Aparecida

 

No final da visita, pudemos tomar um pouco do tempo da maratonista Adriana Aparecida, duas vezes medalhista de ouro no pan-americano (2011 e 2015). Ela já participou também de duas olimpíadas. Hoje com 36 anos, ela treina desde os 12, e nos contou que um maratonista profissional deve correr por volta de 215 km por semana para se manter no ritmo. Ela está desde 2006 no Pinheiros.

Através das fotos pode-se visualizar como foi a nossa visita pelas dependências do clube: piscinas, quadras, ginásios e o museu.

Quadra de tênis
Pista de atletismo
Bandeira do Sport Club Germania (antigo nome do Pinheiros)
Maquete das dependências do clube
Alguns objetos da participação do clube em Pan-americanos e Olimpíadas
Alguns troféus conquistados pelo clube
Mais alguns troféus conquistados pelo clube
Mais troféus (o clube tem muita história!)
Atletas do clube medalhistas nos Jogos Olímpicos
Modelo de caiaque utilizado para treino antigamente no Rio Pinheiros
Academia do clube
Academia do clube
Academia do clube
Piscina do clube
Sala de treinos de levantamento de peso
Sala de treinos de levantamento de peso
Sala de treinos de levantamento de peso
Quadra de handebol
Ginásio de judô
Ginásio de Judô
Ginásio de handebol
Ginásio de handebol
Treino infanto-juvenil de ginástica
Treino infanto-juvenil de ginástica
Treino infanto-juvenil de ginástica
Treino infanto-juvenil de ginástica