Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 26/09/2013 - Imprimir Imprimir

IEB prorroga a exposição de gravuras de Mariana Quito até 14 de novembro

A mostra apresenta mais de 180 gravuras que fazem parte da Coleção de Artes Visuais do Instituto

gravura Percurso, uma das 188 de Mariana Quito doadas pela artista ao IEB

Está em cartaz, até o dia 14 de novembro, no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, a exposição “Mariana Quito”, com gravuras desta artista portuguesa (Alentejo, Portugal, 1928 – Santos, Brasil, 2003).

Inaugurada em março deste ano, esta exposição faz parte das comemorações do Ano de Portugal no Brasil, e apresenta as mais de 180 gravuras da artista, incluindo monotipias, xilogravuras e, sobretudo, as técnicas de gravação em metal: buril, água-forte, água-tinta, entre outros, que foram doadas por ela em 1992 ao IEB.

Biografia

Na década de 1950, frequentou a Escola de Artes Decorativas Antonio Arroio em Lisboa. Entre 1959 e 1964, em Paris, estudou pintura na Escola Nacional Superior de Belas Artes e gravura e desenho com Jean Delpech. De 1962 a 1963, recebeu bolsa de estudos da Fundação Calouste Gulbenkian. Realizou suas primeiras exposições individuais em 1964 e 1968.

A artista chegou ao Brasil em 1975, fixando residência em São Paulo e prosseguindo sua atuação artística e de ensino de gravura. Apresentou suas obras em exposições individuais e coletivas no Brasil, Portugal e diversos países. Em 1988, lança o álbum “Vinte anos de gravura”. Coordenou, a partir de 2000, em Santos, o curso de gravura da Secretaria de Cultura, cujo ateliê chama-se hoje Ateliê de Gravura Mariana Quito.

As gravuras desta exposição podem ser vistas até o dia 14 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, na Sala Marta Rossetti Batista do IEB, que está localizada na Av. Prof. Mello Morais, travessa 8 , nº 140 – Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações pelo telefone: (11) 3091-3247 ou por e-mail: colecieb@usp.br

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.