Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 09/09/2010 - Imprimir Imprimir

Museu de Anatomia Veterinária abre nova exposição

O Museu de Anatomia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária (FMVZ) da USP abre, a partir do dia 10 de setembro, sexta-feira, sua nova exposição Dimensões do corpo: da anatomia à microscopia, que aborda, através de mais de 500 peças, as formas, funções e sistemas orgânicos, incluindo esqueletos montados de animais silvestres e domesticados, peças fixadas em formol, animais taxidermizados, modelos educativos e peças anatômicas preparadas por diferentes técnicas.

Com uma linguagem didática e o suporte de painéis e legendas explicativas, a exposição é organizada em cinco módulos: A FMVZ da USP e a sua história; o que é anatomia comparada; origem e diversidade de animais; anatomia dos sistemas orgânicos; e osteologia e morfologia dos mamíferos. Junto com esta exposição, será realizado também o lançamento do novo site do Museu, no ar a partir do dia 10.

Visitação

O horário de visitação da exposição – que tem previsão de ficar em cartaz por um ano, é de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 14h. O valor do ingresso é R$ 6,00, com meia-entrada para idosos, alunos e professores das redes pública e particular; e isenção para comunidade USP (alunos, professores e funcionários).

O Museu de Anatomia Veterinária da FMVZ fica na Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87, na Cidade Universitária, São Paulo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 11 3091-1309 ou através do e-mail maumal@usp.br

26 anos de história

O Museu de Anatomia Veterinária foi aberto para visitação em 1984. Nos dois últimos anos, recebeu cerca de quatro mil visitantes por ano. O acervo, atualmente com cerca de mil peças, foi formado ao longo dos anos, resultado de trabalhos de pesquisa, ensino, doações e permutas. É composto por esqueletos, animais taxidermizados, órgãos e estruturas anatômicas de diversos animais vertebrados. A grande maioria das peças é de mamíferos, havendo, entre estes, representantes aquáticos, voadores, marsupiais, carnívoros, roedores, equídeos, bovídeos, suídeos e primatas, incluindo o ser humano. Além disso, há modelos didáticos para ensino de anatomia.

Com o objetivo de atender melhor seus visitantes, o Museu passou por uma reformulação de sua exposição e esteve fechado desde o início do mês de agosto. A ampliação de sua área física também já vem sendo planejada, de modo que uma nova organização administrativa possa emergir e atender às demandas atuais desse Museu e do rico patrimônio histórico, cultural e científico da FMVZ.

Leia também matéria publicada no portal R7, “Esqueletos de animais invadem museu universitário“, no dia 10 de setembro.

(Fotos: Ronaldo Aguiar)

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.