Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 08/07/2015 - Imprimir Imprimir

Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) estarão na 67ª reunião da SBPC

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) vai reunir seus 17 Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids), durante a 67ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que será realizada entre 12 e 18 de julho no campus da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Carlos. Dos 17 Cepids mantidos pela Fapesp, 11 são coordenados pela USP.

No estande da Fapesp, os Cepids mostrarão um panorama da avançada produção em ciência e tecnologia desenvolvida nesses centros. O estande ocupará uma área com 290 metros quadrados dentro da ExpoT&C, espaço formado por dois pavilhões climatizados e área total de seis mil metros quadrados, que abrigará diversos institutos de pesquisa, universidades, agências de fomento, entidades governamentais e outras organizações ligadas ao ensino e à pesquisa científicos.

Criados com a missão de fazer ciência de ponta, desenvolvimento tecnológico e inovação, e repassar esse conhecimento para a sociedade, os Cepids são apoiados pela FAPESP por períodos de até 11 anos e têm como objetivo desenvolver investigação fundamental ou aplicada, com impacto científico e social relevantes.

Atualmente, os 17 Centros se dedicam à pesquisa de temas como obesidade, biomedicina, problemas urbanos, alimentos, óptica e fotônica, matemática aplicada à indústria, ciências computacionais, genoma humano, terapia celular, células-tronco, doenças inflamatórias, fármacos, neurociência e novos materiais, entre outros.

Os Cepids também contribuem para a inovação por meio de transferência de tecnologia aos setores público e privado, além de oferecer atividades de extensão para professores e alunos do ensino fundamental e médio e para o público em geral. Uma amostra dessas atividades será exibida no evento.

Pesquisa na fronteira do conhecimento

Entre os Cepids da USP que estarão presentes à reunião da SBPC, o Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (CePOF) apresentará uma amostra de suas atividades, incluindo estudos fundamentais em sistemas e dispositivos para comunicações ópticas e em fotônica exploratória, ciências dos materiais, ciências da vida, metrologia óptica e óptica quântica.

Também as pesquisas realizadas no Centro de Terapia Celular (CTC) – responsável pela primeira geração de células-tronco embrionárias no Brasil e pela produção de um dos primeiros clones bovinos e ovinos no país – serão apresentadas no estande da Fapesp, incluindo a investigação de mecanismos relacionados a diversas doenças e os estudos para a produção de células-tronco em grande escala, de forma a viabilizar sua utilização clínica.

O Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática (Neuromat) desenvolve pesquisa avançada em neurociência teórica e reúne uma equipe de especialistas formada por matemáticos, cientistas da computação, neurocientistas e clínicos especialistas em reabilitação. Na ExpoT&C, o Neuromat vai apresentar exemplos de simulações computacionais de modelos matemáticos para a rede de neurônios do cérebro.

Pesquisadores do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), em São Carlos, vão exibir vídeos sobre as pesquisas e tirar dúvidas dos visitantes. Durante o evento, o CeMEAI também vai inaugurar oficialmente seu novo cluster computacional, um agregado de processadores ligados em rede. Trata-se de um computador de grande porte para o processamento científico de alto desempenho.

Na área de Humanidades, o Centro de Estudos da Metrópole (CEM), formado por demógrafos, cientistas políticos, sociólogos, geógrafos e antropólogos, vai mostrar um pouco de suas quatro linhas de pesquisa: análise da relação entre mudança, democracia e desigualdade no Brasil nos últimos 50 anos; impacto das políticas públicas na redução da pobreza; papel das instituições políticas; e diferentes formas de governança em áreas urbanas, incluindo o TerraView Política Social, um programa livre de geoprocessamento desenvolvido pelos pesquisadores.

Pesquisando a construção da legitimidade das instituições a partir das relações entre cidadãos e funcionários públicos, o Núcleo de Estudos da Violência (NEV) vai apresentar o programa de pesquisa Building Democracy Daily: Human Rights, Violence and Institutional Trust, dedicado a investigar de que maneira a legitimidade de instituições fundamentais para a democracia é construída no cotidiano a partir das relações entre cidadãos e responsáveis pelos serviços públicos na cidade de São Paulo.

Ano Internacional da Luz

Com o tema “Luz, Ciência e Ação”, a reunião da SBPC em São Carlos fará alusão ao Ano Internacional da Luz, comemorado em 2015. Sede de importantes universidades, a cidade paulista vai receber 212 atividades com pesquisadores do Brasil e do exterior, além de gestores do sistema de ciência e tecnologia de todo o país.

O programa da reunião anual compreende 64 conferências, 62 mesas-redondas, 52 minicursos, 13 sessões especiais, 11 simpósios, cinco assembleias e quatro encontros.

O evento tem como objetivo principal popularizar e valorizar a produção científica nacional e inseri-la no cotidiano das pessoas. Paralelamente à reunião, ocorrem a SBPC Jovem, a SBPC Indígena, a SBPC Mirim e a SBPC Cultural, além da ExpoT&C.

Mais informações e detalhes sobre a programação podem ser obtidos no site da SBPC.

(Com informações da Agência Fapesp)

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.