Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 10/03/2017 - Imprimir Imprimir

Mostra “Novíssimo Cinema Brasileiro” do Cinusp estreia dia 13/03

A 6ª edição da mostra “Novíssimo Cinema Brasileiro”, do Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp), convida o público para prestigiar o que há de melhor em nosso cinema mais recente. Entre os dias 13 de março e 7 de abril, serão exibidos 22 longas-metragens, incluindo 6 pré-estreias e várias sessões especiais com debates e curtas-metragens. Um dos destaques da programação é o filme “Aquarius”, dirigido por Kleber Mendonça Filho e premiado em festivais internacionais, como o de Roterdã.

2017.03.10 - Cinusp2

Cena do filme “Mãe só há uma”, novo trabalho de Anna Muylaert que será exibido nos dias 14 e 31 de março, na Cidade Universitária

Parte importante da mostra são os debates. O deputado federal Jean Wyllys estará presente para falar sobre o filme “Entre Homens de Bem”, juntamente com os diretores. “Jovens Infelizes ou Um Homem que Grita não é um Urso que Dança”, vencedor do Festival de Tiradentes em 2016, terá mesa de debate com o diretor Thiago B. Mendonça e a professora Patrícia Moran. Após a exibição de “O Silêncio do Céu”, haverá debate com diretor, Marco Dutra, e a professora Cecília Mello.

Alguns debates acontecem em conjunto com pré-estreias: logo no primeiro dia de mostra será exibido “Pitanga”, dirigido por Beto Brant e Camila Pitanga, seguido de debate com o diretor. “Elon Não Acredita na Morte” também será debatido por seu diretor, Ricardo Alves Jr.. Dora Longo Bahia e Vladimir Safatle participam do debate após a exibição do filme “O Caso Dora”, dirigido por ela. Vencedor do Prêmio do Júri Popular e do Prêmio Especial do Júri no Festival de Brasília 2016, “Martírio” terá debate com os diretores Vincent Carelli e Tatiana Soares de Almeida, também montadora, e a professora Esther Hamburger. Completam as pré-estreias: “Rifle”, de Davi Pretto, e o filme experimental dirigido e atuado pelo casal Melissa Dullius e Gustavo Jahn, “Muito Romântico”.

Esta edição conta, no total, com 12 filmes de diretoras, deixando evidente que as mulheres continuam conquistando esse espaço ocupado majoritariamente por homens. Por exemplo: o novo filme de Anna Muylaert, “Mãe só Há Uma”; e ainda “Sinfonia da Necrópole”, de Juliana Rojas; o documentário “Futuro Junho”, de Maria Augusta Ramos, e “A Cidade onde Envelheço”, dirigido por Marília Rocha e vencedor do prêmio de melhor filme no Festival de Brasília em 2016.

As sessões são gratuitas e acontecem na Cidade Universitária, de segunda a sexta-feira, às 16h e às 19h. A sala do Cinusp na Cidade Universitária fica na Rua do Anfiteatro, 181, Colmeia, Favo 4, em São Paulo.

Confira a programação completa da mostra no site do Cinusp. Mais informações pelo telefone: (11) 3091-3540 ou por e-mail: cinusp@usp.br.

(Com informações do Cinusp)

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.