Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Press release - 27/03/2017 - Imprimir Imprimir

Nota de falecimento do professor da ECA, Olivier Toni

20170325_00_olivier_toniA Universidade de São Paulo (USP) lamenta o falecimento do professor titular aposentado da Escola de Comunicações e Artes (ECA) e emérito do Departamento de Música, George Olivier Toni, ocorrido no dia 25 de março.

Dentre inúmeras iniciativas importantes na área de ensino da música, Toni foi o responsável pela criação da Orquestra de Câmara (Ocam) da USP, em 1995, da qual foi maestro titular até 2001, quando de sua aposentadoria.

A Ocam é considerada um dos principais organismos artísticos da Universidade, caracterizada pela qualidade de suas apresentações musicais, pela abrangência arrojada de sua programação e pela maneira com que desenvolve todas as ações de comunicação e relacionamento que sustentam sua proposta artística.

Como pesquisador e intérprete, Toni dedicou-se à edição e à divulgação de compositores brasileiros do período colonial e de autores nacionais contemporâneos. Compositor ativo, foi autor de obras para canto, instrumentos solistas, coro e orquestra, muitas delas premiadas e executadas em festivais dedicados à música contemporânea.

Em julho de 2015, foi homenageado no concerto comemorativo dos 20 anos da Ocam. A então diretora da ECA, Margarida Maria Krohling Kunsch, o reitor da USP, Marco Antonio Zago, e o maestro Gil Jardim entregaram a Toni um certificado com os dizeres: “Colhemos os frutos de seu engajamento institucional irrestrito na celebração do aniversário de 20 anos da Ocam”.

O maestro, muito emocionado, manifestou o desejo de “que a música se mantenha unida no departamento” e lembrou seu empenho na criação tanto do Departamento, quanto da área das artes na ECA.

(Foto: Reprodução)

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.