Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Press release - 03/05/2011 - Imprimir Imprimir

USP inicia fase de testes do PedalUSP na quarta-feira, 4 de maio

Nesta quarta-feira, dia 4 de maio, a partir das 12h, acontece, na Escola Politécnica, o lançamento da fase de testes do PedalUSP – sistema de compartilhamento de bicicletas – para alunos, professores e funcionários da USP na Cidade Universitária – desenvolvido por ex-alunos de engenharia mecatrônica, com apoio institucional e financeiro da Coordenadoria do Campus da Capital (Cocesp).

O sistema PedalUSP foi apresentado pela primeira vez em agosto de 2010, durante evento realizado pela Cocesp

Fase de testes e utilização

Nesta fase de testes, que deve durar até novembro, o PedalUSP terá quatro bicicletas e duas estações – nos prédios do Biênio (próximo aos anfiteatros) e da Mecânica, Naval e Mecatrônica (entrada do prédio) da Poli. O sistema será composto de estações automáticas estrategicamente distribuídas pela Cidade Universitária com a função de armazenar as bicicletas e disponibilizá-las aos usuários a qualquer hora do dia.

No momento da primeira utilização, os usuários precisarão se cadastrar ao sistema na central de operações do PedalUSP usando seu cartão de identificação USP. Também será necessário cadastrar uma senha pessoal. Quando o usuário for retirar uma bicicleta, sempre será necessária a utilização dos mesmos cartão e senha no terminal de atendimento da estação. O uso é gratuito, desde que a devolução da bicicleta seja feita em qualquer estação dentro do tempo permitido.

Esta fase é importante para o projeto receber sugestões e críticas da comunidade USP, para que assim a tecnologia seja aprimorada e o próximo passo do projeto possa ser implementado com 10 estações e 100 bicicletas. Mas, para isso o projeto necessita de parceiros e patrocínio.

Início da ideia

O PedalUSP foi concebido pelos engenheiros mecatrônicos Maurício Massao Soares Matsumoto e Mauricio Serrano Goy Villar. A ideia surgiu durante os dois anos de estudos nas École Centrale, na França, para a obtenção do duplo diploma em engenharia concedido pelo convênio firmado entre instituições francesas e a Poli. A observação dos sistemas franceses de compartilhamento de bicicleta (nas cidades de Paris, Marseille e Lyon) inspirou os então estudantes a desenvolverem seu próprio sistema.

Este sistema de compartilhamento foi tema do trabalho de conclusão de curso deles na Poli, que após o término foi apresentado à Coordenadoria do Campus da Capital (Cocesp) da USP que apoiou institucional e financeiramente o projeto – através do Programa de Pesquisa e Experimentação para a Sustentabilidade do Campus (ProPESC), que estimula utilizar a Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira como um “Campus de Prova” e busca promover e propiciar a aplicação e uso dos conhecimentos produzidos no ambiente universitário – e deixou a execução a cargo de seus idealizadores. Ao longo de um ano, eles trabalharam para desenvolver o mecanismo de reconhecimento dos cartões de identificação e as travas das bicicletas interligadas ao sistema. Toda a tecnologia foi idealizada e criada por eles, com a colaboração de empresas prestadoras de serviços.

A Cocesp desembolsará por mês R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para a manutenção do sistema nesta fase de teste, e espera que o projeto possa alavancar novos sistemas para a mobilidade das pessoas dentro do campus, reduzindo o uso de veículos para curtas distâncias, colaborando para a mudança de hábitos e comportamentos dos usuários, contribuindo desta forma para uma qualidade de vida melhor para todos.

O lançamento desta fase de testes do PedalUSP acontece no anfiteatro do prédio da Engenharia Mecânica da Escola Politécnica (Poli) da USP, na Av. Prof. Mello Moraes 2231, Cidade Universitária, São Paulo.

Para mais informações sobre o projeto acesse o site ou o blog do PedalUSP ou envie um e-mail para pedalusp@usp.br

(Foto: Ernani Coimbra/ Com informações do Serviço de Comunicação Social da EP)

•  •  •  •