Universidade de São Paulo - Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional

Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional

Universidade de São Paulo

USP sedia o Diálogo Brasil-Austrália

No dia 21 de março de 2013, a USP sediou o Diálogo Brasil-Austrália, que contou com a participação de várias autoridades políticas e acadêmicas dos dois países. Na ocasião, a USP e a University of Melbourne assinaram um acordo de cooperação, com o objetivo de ampliar a cooperação acadêmica e de pesquisa entre as instituições.

A abertura contou com a participação do Cônsul Honorário da Austrália no Rio de Janeiro, Ronaldo Veirano, do vice-reitor executivo de Relações Internacionais, Prof. Aluísio Segurado, do Reitor da Universidade de Melbourne, Prof. Glyn Davis, do Membro do Conselho para Relações Austrália-América Latina, do Embaixador da Austrália no Brasil, Brett Hackett, e do Chefe do Escritório Regional do MRE em São Paulo e ex-embaixador do Brasil na Austrália, Fernando de Mello Barreto.

O Diálogo teve duas sessões: uma Global e outra de Pesquisa. Na sessão Global foram discutidos o G20 e a Economia Internacional, em questões sobre comércio, segurança financeira, segurança energética e segurança alimentar; as agendas futuras e a catalisação do setor privado; além do boom das commodities, sob a análise dos ambientes regulatórios na Austrália e no Brasil e as opções políticas para responder às oportunidades e desafios ocasionados por fatores externos e de mercado, e a discussão sobre a ascensão asiática.

Já na sessão de Pesquisa, promoveu-se o conhecimento mútuo das prioridades em pesquisa, estratégias e financiamento, tanto na Austrália como no Brasil. Os participantes ainda discutiram os desafios enfrentados em centros urbanos dos dois países e identificaram oportunidades para compartilhar conhecimentos que irão embasar os esforços para abordar a sustentabilidade e habitabilidade dessas grandes cidades. Foram ainda discutidos o papel cada vez mais crítico da ciência no desenvolvimento contínuo do setor de agricultura e seu provável impacto na segurança alimentar das perspectivas tanto nacionais quanto globais. No final, a sessão abordou desafios comuns em questão de energia limpa e recursos naturais que exigem cooperação entre as disciplinas de pesquisa para desenvolver os setores de energia renovável, petróleo e gás e mineração, em ambos os países.

Histórico
Em 2012, a Presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, e a Primeira-Ministra da Austrália, Julia Gillard MP, concordaram em elevar a relação Brasil-Austrália para o nível de uma parceria estratégica. Em conformidade com esse fortalecimento da relação bilateral, os governos do Brasil e da Austrália firmaram que, como grandes exportadores de produtos agrícolas, minerais e energia, os dois países têm muito em comum e muito a ganhar com o estreitamento dos elos econômicos e culturais. O Diálogo destaca os principais desafios que são de fundamental importância para essa relação bilateral e identifica áreas, nas quais a colaboração trará resultados econômicos e sociais mutuamente benéficos.

Mais fotos do evento estão disponíveis no facebook do Council on Australia Latin America Relations (http://www.facebook.com/coalardfat):