Sobre o Laop

A pesquisa acerca do antigo Oriente-Próximo encontra-se em estágio ainda incipiente no Brasil. A situação do ensino, de graduação e de pós-graduação, é semelhante. Embora seu horizonte abranja experiências fundamentais para o entendimento da história das sociedades humanas, trata-se de um domínio ainda precariamente explorado e disperso.

Vinculado ao Departamento de História da USP, o LAOP – Laboratório do Antigo Oriente-Próximo -, é um núcleo que congrega especialistas de várias áreas (história, arqueologia, letras etc.) e tem como objetivo promover atividades acadêmicas visando o incremento da pesquisa e das condições de formação de novos quadros.

A atuação do LAOP é plural: pretende agregar professores, pesquisadores e alunos que tenham o Antigo Oriente-Próximo como sua área de interesse, sob ótica histórica, linguística, arqueológica ou outra. Os seus horizontes são vastos e diversificados, abarcando as sociedades antigas da Mesopotâmia, do Egito, da Anatólia, da região Siro-Palestina, da Pérsia etc., cobrindo, assim, milênios de história da experiência humana.