A Psicoterapia Analítica Funcional na Alemanha: Usos e aceitabilidade relatados por terapeutas

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Gabriele Spenst Ott Lederer
Cesar Augusto Taconeli
Jocelaine Martins da Silveira

Resumo

A Psicoterapia Analítica Funcional (FAP) é uma estratégia da Análise Comportamental Clínica que vem se expandindo para diversos países ao longo das décadas. Porém, em alguns países da Europa, mais especificamente na Alemanha, ela ainda parece incipiente. O presente estudo tem o objetivo de identificar as terapias utilizadas por psicólogos alemães e de investigar os usos e a aceitação de técnicas similares às da FAP em suas práticas clínicas. Para tal, foram convidados a participar do estudo 1.586 terapeutas alemães, de orientação comportamental, atuantes na área clínica. Os participantes responderam a um questionário contendo dez perguntas em escala Likert de quatro pontos e a duas questões de múltipla escolha. Foi conduzida uma análise descritiva e exploratória e técnicas estatísticas multivariadas. Cinquenta terapeutas responderam ao questionário. Os resultados indicaram que a maioria deles aplica, no contexto clínico, procedimentos que se assemelham às técnicas terapêuticas da FAP e os avaliam como terapêuticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Lederer, G., Taconeli, C., & Silveira, J. (2017). A Psicoterapia Analítica Funcional na Alemanha: Usos e aceitabilidade relatados por terapeutas. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 19(3), 19-33. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v19i3.1051
Seção
Pesquisas originais