Respostas a uma intervenção baseada em ACT de acordo com a severidade da compulsão alimentar em mulheres

Main Article Content

Breno Irigoyen de Freitas
Ana Carolina Maciel Cancian
Renata Klein Zancan
Margareth da Silva Oliveira

Resumo

Evidências apontam que a compulsão alimentar está associada a sintomas psicológicos relacionados ao peso e pode interferir em intervenções para controle de peso. Este estudo objetivou investigar o impacto de uma intervenção breve baseada na Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) de acordo com a severidade da compulsão alimentar em mulheres com sobrepeso e obesidade, analisando diferenças em sintomas psicológicos associados ao peso e na perda de peso. Participantes (56) foram recrutadas a participar de uma intervenção baseada na ACT com duração de sete horas, em formato de workshop, e foram avaliadas novamente após 3 meses. Os resultados foram avaliados usando os instrumentos: BES, AAQ-W, CFQ, BSQ, MEQ. Diferentes perfis de redução de sintomas foram identificados de acordo com a severidade da compulsão alimentar. O grupo com sintomas mais severos teve um tamanho de efeito maior quando comparado aos outros grupos. A severidade dos sintomas de compulsão alimentar parece influenciar nas respostas ao tratamento numa intervenção breve baseada em ACT. Investigações futuras dos mecanismos subjacentes da compulsão alimentar são necessárias.

Article Details

Como Citar
Freitas, B., Cancian, A., Zancan, R., & Oliveira, M. (2017). Respostas a uma intervenção baseada em ACT de acordo com a severidade da compulsão alimentar em mulheres. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 19(3), 49-62. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v19i3.1054
Palavras-chave:
compulsão alimentar, terapia de aceitação e compromisso, sobrepeso, obesidade, intervenção
Seção
Pesquisas originais