A tarefa de casa na Psicoterapia Analítica Funcional

Gabriela Andersen Irias Martim, Jocelaine Martins da Silveira

Resumo


Os efeitos terapêuticos da tarefa de casa na Psicoterapia Analítica Funcional (FAP) ainda são pouco conhecidos. O objetivo do estudo foi avaliar relações entre a tarefa de casa proposta e o relato sobre sua execução na vida diária. O método consistiu no registro e na categorização de 13 sessões de um tratamento com a FAP. Participou um cliente de 39 anos com queixa de dificuldades interpessoais. Um delineamento A/B/A/B foi usado, alternando condições de intervenção sem e com propostas de tarefa de casa. Os dados foram analisados verificando relações entre a tarefa de casa e sua execução, os indicadores de melhora clínica nas sessões subsequentes. Adicionalmente, a correspondência do relato sobre a tarefa foi comparada a sua proposta. Os resultados indicaram que os relatos sobre as tarefas foram consistentes com o que havia sido proposto. Foram discutidos os cuidados na graduação das tarefas acordadas com o cliente e as vantagens do uso de smartphones para monitorar tarefas.

Palavras-chave


tarefas de casa; psicoterapia analítica funcional; autorregistro; interação terapeuta/cliente

Texto completo: PDF

Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva ISSN 1517 - 5545
Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental