Uma perspectiva contextual e funcionalmente orientada para a terapia comportamental dialética

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Michel A. Reyes Ortega

Resumo

As terapias contextuais são terapias experienciais desenvolvidas dentro do enfoque da análise do comportamento. Embora a terapia comportamental dialética (DBT) tenha uma ênfase psicoeducativa e seja inspirada na filosofia dialética e no budismo zen, ela gera interesse em terapeutas contextuais que desejam aprender as estratégias da DBT para fortalecer suas intervenções. Existem terapeutas de DBT que veem a análise do comportamento como um possível marco científico de referência que proporciona maior precisão, controle e atualização de sua tecnologia clínica. Este artigo representa a primeira análise, conhecida pelo autor, da DBT em relação à Ciência Comportamental Contextual (CBS). O objetivo é fornecer uma análise lógica que permita aos terapeutas DBT repensar suas estratégias a partir de um referencial pautado na CBS e aos terapeutas contextuais integrar estratégias de DBT, mantendo a congruência com sua ciência. Acreditamos que um raciocínio CBS pode ajudar os terapeutas de ambas as abordagens a realizar uma integração entre essas áreas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Palavras-chave:
terapia comportamental dialética, terapia contextual, regulação emocional, terapia integrativa, terapia de aceitação e compromisso
Como Citar
Ortega, M. (2017). Uma perspectiva contextual e funcionalmente orientada para a terapia comportamental dialética. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 19(3), 110-123. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v19i3.1058
Seção
Artigos Conceituais