Terapia Cognitiva Comportamental Modificada TCC-FT aplicada a um caso de abuso sexual

Main Article Content

Mariana Figueredo
Olivia Gamarra

Resumo

O estresse pós-traumático constitui um grave problema em saúde mental, principalmente em populações mais vulneráveis como crianças e adolescentes. O estudo tem o objetivo de verificar os efeitos da Terapia Cognitivo-Comportamental focada no trauma, com a mudança no componente de família, nos níveis de transtorno de estresse pós-traumático e depressão em um caso de abuso sexual. A participante é uma adolescente de 14 anos que foi atendida pelo Ministério de Defesa Pública da cidade de Encarnación, Paraguai. Como método foi utilizado um experimento de caso único, com linha de base múltipla, utilizando quatro medições com o Severity Scale Symptoms of Post-Traumatic Stress Disorder e o BDI-II no pré-tratamento. Dezesseis sessões de tratamento foram realizadas com medições semanais e, em seguida, medições de um mês e um ano após o tratamento. Os resultados mostraram redução abaixo do ponto de corte nas escalas e manutenção de índices baixos um ano após o tratamento. O componente de reestruturação cognitiva apresentou reduções nos níveis de estresse pós-traumático, mas não nos de depressão de forma significativa. O componente de exposição à rejeição apresentou aumento nos níveis de estresse pós-traumático e manutenção dos níveis de depressão. As possíveis explicações e implicações dos resultados são discutidas.

Article Details

Como Citar
Figueredo, M., & Gamarra, O. (2018). Terapia Cognitiva Comportamental Modificada TCC-FT aplicada a um caso de abuso sexual. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 20(1), 7-26. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v20i1.1134
Seção
Pesquisas originais