Aquisição do comportamento de ouvir, baseada em seleção de figuras, em crianças com implante coclear contralateral

Main Article Content

Laila Guzzon Hussein
Claudia Cristina de Góes
Taís Chiodelli
Carla Suzana Oliveira e Silva-Marinho
Fábio Leyser Gonçalves
Ana Cláudia Moreira Almeida Verdu

Resumo

Crianças com deficiência auditiva e implante coclear têm restabelecida a detecção de sons, mas compreender o que se ouve requer aprendizagem. Este estudo investigou a aprendizagem do ouvir baseada em ensino de seleção de figuras e relações que estabelecem com a nomeação em crianças com implante coclear contralateral recente. Participaram duas crianças com deficiência auditiva, nos anos iniciais do ensino fundamental, oralizadas e com implante coclear contralateral ativado a menos de um mês. O ensino e testes foram conduzidos por tentativas discretas e apresentadas por um microcomputador, adotando três conjuntos de estímulos com palavras ditadas e figuras convencionais. As sessões foram conduzidas com o implante coclear mais antigo desativado. Os participantes aprenderam a selecionar figuras sob controle de palavras ditadas e a nomeação sempre esteve em níveis superiores aos de seleção.

Article Details

Como Citar
Hussein, L., Góes, C., Chiodelli, T., Silva-Marinho, C., Gonçalves, F., & Verdu, A. (2018). Aquisição do comportamento de ouvir, baseada em seleção de figuras, em crianças com implante coclear contralateral. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 20(1), 27-39. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v20i1.1135
Seção
Pesquisas originais