Interação terapêutica e comportamento verbal em uma compreensão analítico-comportamental

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Cassiano Marangoni
Vinícius Renato Thomé Ferreira

Resumo

A interação terapêutica dentro da análise do comportamento (AC) é compreendida como um meio que auxilia no processo de mudança nas relações. Compreender os aspectos que constituem essa interação contribui para a terapia, aumentando a precisão da análise, sua efetividade e minimizando as rupturas e insucessos. Este artigo apresenta a interação terapêutica como recurso de modificação de comportamento a partir da AC e sua relação com o comportamento verbal. É definida e apresentada uma definição de interação terapêutica e discutido como o comportamento verbal está relacionado. Os principais operantes verbais que podem agir
alterando o comportamento a partir da interação terapêutica são tato, mando, intraverbal e os autoclíticos. A alteração do comportamento verbal é uma das finalidades da interação terapêutica, alterando também comportamentos em ambiente natural. Há, portanto, uma relação íntima entre o comportamento verbal e a interação terapêutica, e a análise dessa interação permite estabelecer alterações efetivas no comportamento do cliente.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Palavras-chave:
análise do comportamento, interação terapêutica, psicoterapia, comportamento verbal
Como Citar
Marangoni, C., & Ferreira, V. (2018). Interação terapêutica e comportamento verbal em uma compreensão analítico-comportamental. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 20(1), 59-71. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v20i1.1137
Seção
Artigos Conceituais