Terapia Cognitivo-Comportamental nos cursos de graduação em Psicologia: Um mapeamento nacional

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Carmem Beatriz Neufeld
Anelisa Vaz de Carvalho
Priscilla Moreira Ohno
Maycoln Leôni Martins Teodoro
Karen Priscila Del Rio Szupszynski
Carolina Saraiva de Macedo Lisboa
Marcele Regine de Carvalho
Nazaré Almeida
Janaína Bianca Barletta
Leopoldo Nelson Fernandes Barbosa
Ylana Moreira Monteiro
Iagê Lage Donato
Diogo Araújo
Nazaré Maria de Albuquerque Hayasida
Tânia Busetto
Neuza Cristina dos Santos Perez
Neuciane Gomes da Silva
Melyssa Kellyane Cavalcanti Galdino
Neuraci Araújo
Marcilio Lira De Souza Filho
Hilma Tereza Tôrres Khoury
Rogerio Ferreira Marquezan
Maria Amélia Penido
Reinaldo César Hartmann
Nielky K. Bezerra da Nóbrega

Resumo

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) teve um movimento de expansão nas últimas décadas no mundo todo. No Brasil, essa abordagem psicológica também vem se expandindo, mas ainda com aparentes restrições relacionadas ao ensino superior e pós-graduação. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi verificar a quantidade de instituições de ensino superior que possuem disciplinas de TCC na graduação. A amostra foi composta por 280 instituições de ensino superior do Brasil. Foi realizado acesso aos sites dos cursos de graduação em Psicologia para obter as respectivas matrizes curriculares e ementários. Diante dos dados coletados, observou-se que boa parte dos cursos ministram a TCC, demonstrando que a abordagem tem se desenvolvido e se tornado parte do currículo acadêmico de diversas instituições de ensino. No entanto poucas são as instituições que oferecem a TCC como uma disciplina independente na grade curricular, ministrando-a de forma associada a outros conteúdos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Revisões sistemáticas de literatura