Influência de variáveis contextuais verbais e não verbais no comportamento verbal de escrita

Main Article Content

Letícia Nunes de Paula
Luiza Macêdo Ferreira
Lorismário Ernesto Simonassi
Thaíssa Neves Rezende Pontes

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo mensurar como os contextos, verbal (instrução) e não verbal (figuras), exerceram controle sobre as respostas verbais em um episódio verbal total. Participaram do estudo cinco universitários. O procedimento foi dividido em três fases. Na primeira, manipulou-se o contexto “laranja”; na segunda, “ponto”; na terceira, “tênis”. Todas as fases continham três situações experimentais (SE). Nas SE-1, SE-4 e SE-7, manipulou-se apenas o contexto verbal; nas SE-2, SE-3, SE-5, SE-6, SE-8 e SE-9, manipularamse os contextos verbal e não verbal. O contexto não verbal se deu por figuras, e o verbal, pelo pedido de relato usado como registro das respostas. A análise foi feita entre sujeitos e um intrassujeito, classificando as respostas em acordo ou desacordo com o contexto ou, ainda, como estímulo discriminativo figura (SD), por meio de classes de respostas possíveis preestabelecidas. Verificou-se que os diferentes contextos exerceram controle sobre o significado das palavras no comportamento de escrita.

Article Details

Como Citar
Paula, L., Ferreira, L., Simonassi, L., & Pontes, T. (2018). Influência de variáveis contextuais verbais e não verbais no comportamento verbal de escrita. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 20(2), 37-49. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v20i2.1181
Seção
Pesquisas originais