Efeitos de diferentes magnitudes do reforçador em procedimento de correção no ensino de respostas de ouvinte e falante em crianças diagnosticadas com autismo

Main Article Content

Ana Luiza Roncati
Maria Martha Costa Hübner

Resumo

Alguns resultados positivos de ensino para crianças com autismo têm sido atribuídos ao efeito do reforçamento das respostas corretas treinadas, assim como aos efeitos das consequências que se dão às respostas incorretas, como a correção de erro. Alguns estudos de correção de erro tratam do esquema de reforçamento que se pode dar após a resposta corrigida. O objetivo do presente trabalho foi comparar uma condição que fornecia reforçadores de mesma magnitude para respostas corrigidas e independentes com uma segunda condição que fornecia reforçadores de diferentes magnitudes para esses dois tipos de respostas. Foram medidas as taxas de respostas corretas no ensino de tato e discriminação auditivo-visual para três crianças com desenvolvimento atípico. A condição de diferentes magnitudes resultou em menos tentativas de ensino para o repertório de tato para todos os participantes e no ensino de repertório de ouvinte para dois dos três participantes.

Article Details

Como Citar
Roncati, A., & Hübner, M. (2018). Efeitos de diferentes magnitudes do reforçador em procedimento de correção no ensino de respostas de ouvinte e falante em crianças diagnosticadas com autismo. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 20(3), 9-23. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v20i3.1211
Palavras-chave:
Efeitos de diferentes magnitudes do reforçador em procedimento de correção no ensino de respostas de ouvinte e falante em crianças diagnosticadas com autismo
Seção
Pesquisas originais