Efeitos de um Programa de Práticas Educativas para monitoras de um abrigo infantil

Cynthia Granja Prada, Lúcia Cavalcanti de Albuquerque Williams

Resumo


Este estudo é parte de uma pesquisa de doutoramento que teve por objetivo elaborar e avaliar um Programa de Treinamento em Práticas Educativas para monitores de abrigos para crianças vítimas de violência doméstica. O estudo original trabalhou com 14 monitoras, porém o objetivo específico aqui consiste em analisar o comportamento de interação de duas monitoras com duas crianças ao longo do Programa de Intervenção. Os resultados obtidos demonstraram que a freqüência dos comportamentos de interação positiva das monitoras e das crianças aumentou, e os de interação coercitiva diminuíram, após as sessões analisadas. Esses resultados possivelmente demonstram que procedimentos para diminuir a freqüência de comportamentos inadequados infantis mantidos por atenção, e os que visam aumentar a freqüência dos adequados, são concorrentes com os padrões de interação coercitiva entre o cuidador e a criança e, por isso, fazem com que eles diminuam de imediato.

Palavras-chave


Práticas Educativas, abrigo infantil, interação adulto-criança; child behavior management, foster care, caregiver and child interaction.

Texto completo: PDF

Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva ISSN 1517 - 5545
Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental