Ansiedade e Qualidade de Vida entre Estudantes Universitários Ingressantes: Avaliação e Intervenção

Main Article Content

Angélica da Silva Lantyer
Caroline Ciardi Varanda
Felipe Granado de Souza
Ricardo da Costa Padovani
Milena de Barros Viana

Resumo

O estudo avaliou ansiedade e qualidade de vida (QV) entre estudantes universitários ingressantes da área da saúde de uma universidade pública (estudo 1). Com base nos resultados, um programa de intervenção grupal foi desenvolvido (estudo 2). A intervenção consistiu de 8 sessões de 90 min. Em duas sessões foi utilizado um
instrumento de biofeedback de variabilidade da frequência cardíaca. Os participantes foram avaliados pelo Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE) e pelo questionário que avalia qualidade de vida (QV) SF-36. As mulheres universitárias, independentemente do curso, apresentaram maior ansiedade e pior pontuação em
diferentes domínios de mensuração da QV. Os homens do curso de educação física apresentaram melhores escores em diferentes domínios da QV. A intervenção reduziu significativamente a ansiedade e melhorou a saúde mental dos participantes. Estes dados reafirmam a importância do desenvolvimento de programas de intervenção psicoterápica na universidade.

Article Details

Como Citar
Lantyer, A., Varanda, C., Souza, F., Padovani, R., & Viana, M. (2016). Ansiedade e Qualidade de Vida entre Estudantes Universitários Ingressantes: Avaliação e Intervenção. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 18(2), 4-19. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v18i2.880
Palavras-chave:
ansiedade, qualidade de vida, intervenção
Seção
Pesquisas originais