Um diálogo entre a Análise do Comportamento e a Psicologia Evolucionista sobre a influência da filogênese no surgimento do comportamento religioso

André Luiz, Josiane de Fatima Farias Knaut Correio

Resumo


Este ensaio visou discorrer, por meio do diálogo entre a Análise do Comportamento e a Psicologia Evolucionista, sobre a influência dos aspectos filogenéticos no surgimento do comportamento religioso. Concluiu-se que a filogênese está intimamente ligada ao processo de aprendizagem do comportamento religioso devido à espécie humana ter desenvolvido um aparato biológico que permite exercer atribuições animistas sobre o ambiente sendo, muitas vezes, reforçadas por aumentar a probabilidade de sobrevivência da espécie. Por fim, hipotetiza-se que o comportamento religioso surgiu por meio da associação de outras funções comportamentais (como sistemas de alerta) ligadas à sobrevivência da espécie e não à própria religiosidade e desenvolveu-se devido a uma capacidade biológica da espécie do comportamento ser reforçado.

Palavras-chave


religião; religiosidade; aprendizagem

Texto completo: PDF

Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva ISSN 1517 - 5545
Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental