Avaliação e tratamento de comportamentos problemas de duas pessoas com o diagnóstico de depressão

Letícia Guedes Nóbrega, Ilma A Goulart de Souza Britto

Resumo


Este estudo envolveu a avaliação e tratamento de comportamentos-problema de duas pessoas com o diagnóstico de depressão em que eventos motivadores antecedentes e reforçadores consequentes para os comportamentos-problema consistiram em atenção social e fuga de demandas. As participantes eram do sexo feminino e relataram ter recebido esse diagnóstico desde a adolescência. Para avaliar os relatos de comportamentos-problema, foram empregadas estratégias de avaliação funcional por observação indireta, por observação direta e a análise funcional com quatro condições principais: atenção, fuga de demanda, sozinho e controle. As participantes exibiram altos índices de comportamentos-problema nas condições de atenção e fuga de demandas, o que evidencia o controle do responder pelos eventos motivadores antecedentes e pelos reforços consequentes. Na condição de controle foi possível observar a eficácia da densidade de reforçadores, e na condição sozinho os comportamentos-problema não ocorreram. Para tratar os relatos de comportamentos-problema, o programa de intervenção incluiu o reforço diferencial (DRA), mais a extinção (EXT), com uso do delineamento de reversão-replicação seguido por follow-up. Observou-se que o uso do DRA mais EXT diminuiu os relatos de comportamentos-problema e aumentou os relatos de comportamentos desejados de forma confiável.

Palavras-chave


análise funcional; depressão; reforçamento diferencial; extinção

Texto completo: PDF

Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva ISSN 1517 - 5545
Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental