Reabilitação neuropsicológica e terapia cognitivo-comportamental aplicadas a paciente com doença de Alzheimer

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Elisangela Cordts Longo Dainez

Resumo

A doença de Alzheimer prejudica a cognição, a emoção, o comportamento, o desempenho funcional e o vínculo sociofamiliar dos idosos. O objetivo deste artigo é apresentar a intervenção da Reabilitação Neuropsicológica (RN) e da Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) aplicadas a pacientes com essa doença. O método do estudo é descritivo de investigação, análise e tratamento dos dados de acordo com a abordagem qualitativa de estudo de caso. Os instrumentos de avaliação empregados foram: Inventário Neuropsiquiátrico, Avaliação de Incapacidade na Demência, Escala de Cornell para Depressão, Escala de Depressão Geriátrica-15 e Inventário de Ansiedade. A intervenção compreendeu 6 meses de RN, e após essa, mais 6 meses de TCC. A discussão refere-se ao desempenho do idoso ao longo das técnicas da RN e da TCC. Os resultados mostram melhoria no estado de humor, comportamento e relacionamento familiar do paciente.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Diálogos com Outras Teorias