contato

agenda

icons
Pocha Nostra - eventos

Performance de La Pocha Nostra usa a imagina√ß√£o radical como ferramenta contra o conservadorismo extremo e a viol√™ncia”

O coletivo La Pocha Nostra¬†apresenta dia 12 de dezembro, √†s 20h,¬†na Barra Funda no Centro Compartilhado de Cria√ß√£o¬†a performance Spiritus Mundi VS Aztec Ouroborus. O novo trabalho do grupo, que¬†comp√Ķe a programa√ß√£o da¬†II Bienal Internacional de Teatro da USP,¬†emprega uma marca est√©tica “rob√≥tico-barroca / cyborg-kitsch‚ÄĚ e um humor √°cido. Traz uma s√©rie de a√ß√Ķes xam√Ęnicas e psicom√°gicas bem-humoradas e ousadas que continuam a busca do coletivo por uma no√ß√£o mais complexa de identidade e de pertencimento social.

Atrav√©s da apresenta√ß√£o de uma linguagem ritual viva Spiritus Mundi ativa o imagin√°rio coletivo como um territ√≥rio para a Artivista. Na pe√ßa, a imagina√ß√£o radical √© usada como uma ferramenta contra o conservadorismo extremo e a viol√™ncia, o impiedoso poder corporativo, o narcisismo da m√≠dia social, a gentrifica√ß√£o cultural moderna, a intoler√Ęncia da diferen√ßa, e perda de f√© na humanidade e na democracia.

A performance apresenta imagens combinadas com remixes de algumas a√ß√Ķes cl√°ssicas da trupe, e esse entrela√ßamento tenta falar de volta a um universo solipsista que parece comer sua pr√≥pria cauda. A trupe aborda v√°rias quest√Ķes ancoradas no corpo tais como: ra√ßa, sexo, idade, nacionalidade, etnia, pr√°ticas e capacidades corporais, atrav√©s de temas que v√£o desde a cultura da viol√™ncia contra “o outro” (incluindo emigrantes, refugiados, mulheres, transg√™neros), a perda de esperan√ßa em formas tradicionais de ativismo e as pol√≠ticas do envelhecimento do corpo, sua fluidez de g√™nero, etnia e nacionalidade. Como na maioria dos projetos Pocha, a audi√™ncia √© frequentemente convidada a participar nesta experi√™ncia bizarra, ajudando os artistas a re-imaginar uma nova iconografia, intervindo na performance com seus pr√≥prios corpos e encarnando juntos “os sonhos e pesadelos de nossos tempos atuais”.

Com esse formato La Pocha Nostra invoca uma “forma desajeitada, mas eficiente, da pr√°tica democr√°tica radical.” A revela√ß√£o do processo, o espa√ßo, a pesquisa de novas imagens e formatos, torna-se o projeto real. Esta nova pe√ßa foi desenvolvido pela trupe em v√°rias resid√™ncias ao longo de 2015 e vem apresentando-se em diversas configura√ß√Ķes ao redor do globo. A vers√£o feita para a II Bienal Internacional de Teatro da USP ir√° incluir solos alternados, duetos e trios de Saul Garcia Lopez, Michele Ceballos Michot, Dani d’Emilia e Daniel B.Chavez.

Sobre La Pocha Nostra

Criado no México, La Pocha Nostra é um coletivo que se foca na colaboração artística para além das fronteiras nacionais e diferenças de raça, gênero e geração, criando comunidades temporárias de artistas rebeldes. Há vinte anos seus membros têm conduzido workshops com performers, ativistas, atores, bailarinos, estudantes e membros de comunidades étnicas, como na LPN International Summer School, sua ação pedagógica mais importante, focada no corpo como centro de criação, reinvenção, memória e ativismo.

Esta organiza√ß√£o transdisciplinar de artistas de diversas √°reas, gera√ß√Ķes e etnias, e que busca eliminar as fronteiras entre arte e pol√≠tica, teoria e pr√°tica, palco e plateia, tem Guillermo G√≥mez-Pe√Īa como seu diretor art√≠stico.

Seus trabalhos, que incluem performance art, v√≠deo, √°udio, instala√ß√Ķes, poesia, jornalismo e teoria cultural, exploram temas multiculturais, imigra√ß√£o, as pol√≠ticas da linguagem, a ‚Äúcultura radical‚ÄĚ e as novas tecnologias na era da globaliza√ß√£o, com o uso de g√™neros mistos e linguagens experimentais, em uma mistura de ingl√™s e espanhol, fato e fic√ß√£o, realidade social e cultura pop, humor¬†chicano¬†e ativismo pol√≠tico.

Nos trabalhos do grupo, as fronteiras culturais s√£o postas no centro, enquanto o assim chamado mainstream √© empurrado para as margens e tratado como ex√≥tico e n√£o-familiar, o que coloca os espectadores na posi√ß√£o de ‚Äúestrangeiros‚ÄĚ e ‚Äúminorias‚ÄĚ.

Cria√ß√£o Coletiva de Guillermo G√≥mez-Pe√Īa, Mich√®le Ceballos, Saul Garcia Lopez, Daniel B., Dani d‚ÄôEmilia.

Serviço

II Bienal Internacional de Teatro da USP
Spiritus Mundi VS Aztec Ouroborus
La Pocha Nostra
Quando¬†12 de dezembro ‚Äď 20h
Quanto R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia-entrada.
Onde Centro Compartilhado de Criação
Rua James Holland, 57 – Barra Funda – 3392-7485
Duração 90 min
Lotação  100 lugares
Classificação 18 anos