Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 29/09/2011 - Imprimir Imprimir

Professor Luiz Catalani, do Instituto de Química, ganha o prêmio Thomas Alva Edison Patent

O professor Luiz Catalani (foto), do Instituto de Química, ganhou o prêmio Thomas Alva Edison Patent 2011, nos Estados Unidos (EUA), na categoria de energias renováveis, pelo trabalho “Polímeros de epóxi termofixos de Produtos Renováveis” (Patente dos EUA 7.619.056), elaborado no New Jersey Institute of Technology, em parceria com os pesquisadores do Instituto Anthony East, Michael Jaffe e Yi Zhang.

O prêmio é concedido pelo Conselho de Pesquisa & Desenvolvimento do Governo do Estado de New Jersey e abrange 13 categorias de Inovação e Desenvolvimento, nas áreas de biomateriais, defesa, ambientais, processos industriais, tecnologia da informação, manufatura, tecnologia de materiais, de saúde médicos, imagens médicas, processos, produtos farmacêuticos farmacêutico, energias renováveis ​​e telecomunicações.

Mais de 40 inventores e treze empresas de New Jersey, universidades e do Exército dos Estados Unidos serão homenageados pelo Conselho de Pesquisa & Desenvolvimento de New Jersey, em cerimônia que será realizada em 10 de novembro, no Liberty Science Center, quando também será exibido um curta-metragem sobre o trabalho dos homenageados.

Currículo

Luiz Henrique Catalani é bacharel em Química, doutor em Química Orgânica, ambos pela USP, com pós-doutorado na Universidade de Wurzburg, da Alemanha, e na Universidade de Harvard, dos EUA. É chefe do Departamento de Química Fundamental do IQ desde abril de 2010. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Polímeros, Colóides e Biomateriais, atuando principalmente nos seguintes temas: poliésteres biodegradáveis, hidrogéis, produção de nanofibras e nanopartículas poliméricas e engenharia de tecidos.

Atua, desde 2004, como líder do Laboratório de Biomateriais Poliméricos, que mantém atividades de participação no projeto de pesquisa “Estudo das oportunidades da utilização de insumos químicos derivados da indústria de açucar (cana ou milho) na indústria de polímeros”, com o Medical Device Concept Laboratory do Departament of Biomedical Engineering, do New Jersey Institute of Technology.

(Foto: Arquivo Pessoal)

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.