Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Podcast - 02/10/2013 - Imprimir Imprimir

Efeito estufa e fenômenos meteorológicos em discussão no “USP Revista”

O “USP Revista” dessa semana convidou os pesquisadores Maria Assunção Faus da Silva Dias e Carlos Augusto Morales Rodriguez, do Instituto de Astronomia Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), para falar um pouco da polêmica em torno do efeito estufa e dos fenômenos meteorológicos que ocupam cada vez mais espaço nos noticiários.

Os especialistas falaram sobre os dados apresentados no 5º Relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima da ONU, divulgado no dia 27 de setembro, e a discussão sobre a relação entre as ações humanas e os desastres naturais. O relatório sugere que as atividades humanas tenham causado mais da metade da elevação da temperatura global, registrada entre 1951 e 2010. “Em nenhum momento, observamos uma preocupação política por parte desse grupo. A preocupação dos cientistas reunidos, e são centenas deles, é tirar de tudo aquilo que se sabe e se estudou até aquele momento, a melhor avaliação sobre a ciência do clima. A preocupação é estabelecer a melhor inteligência possível para aconselhar os governos. Temos a convicção de estarmos tentando fazer o melhor possível”, explicou a professora Maria Assunção, membro do grupo de cientistas responsável pelos estudos.

Os pesquisadores também falaram sobre o efeito estufa, sobre o papel ambiental da floresta amazônica, sobre a previsão meteorológica e sobre as ações que podem ser tomadas para evitar catástrofes naturais como o tornado que arrasou a cidade de Taquarituba, no interior paulista. “Observamos ações pontuais dos governos. A defesa civil nacional começa a criar mecanismos que possibilitem isso. Em São Paulo, a USP tem um projeto de cooperação na área de mitigação de desastres naturais em que o Governo do Estado cria um banco de dados para a disseminação de informações meteorológicas, hidrológicas e geoformológicas, para evitar escorregamentos, inundações e evacuações de determinadas regiões. O que não observamos no Governo são as ações educacionais que acontecem em países como o Japão e os Estados Unidos, frequentemente assolados por tornados, furacões e terremotos. Ainda falta mudar isso”, explicou o professor Rodriguez.

A seguir, ouça a íntegra do programa.

Parte 1

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Parte 2

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

•  •  •  •