Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 16/04/2015 - Imprimir Imprimir

FEA inaugura espaço de estudos para alunos de pós-graduação em economia

O espaço, composto por três ambientes, foi reformado com recursos doados por professores, amigos do homenageado, pela Ordem dos Economistas de São Paulo e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Criado em 1964, pelo departamento de Economia da FEA, o Instituto de Pesquisas Econômicas (IPE) foi o precursor da Fipe, responsável pelo IPC, o principal indicador de inflação da cidade de São Paulo

A cerimônia de inauguração contou com a presença de familiares e amigos do homenageado

A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP inaugurou o Espaço de Pós-Graduação do IPE “professor Miguel Colasuonno”, um ambiente de estudos e pesquisa destinado a alunos de pós-graduação em Economia, no dia 9 de abril.

A ideia de nomear o espaço, surgiu após a morte de Colasuonno, em outubro de 2013, quando alguns professores da FEA – em particular Wilson Rabahy, Delfim Netto, José Pastore, Antônio Carlos Campino e Juarez Rizzieri – decidiram homenageá-lo com a criação do Espaço de Pós-Graduação do IPE “professor Miguel Colasuonno”. Para a reforma, o grupo conseguiu captar R$ 80 mil. Foram reformadas e melhoradas as instalações dos três ambientes: a sala de convivência, a sala privativa para estudos e pesquisa, e o ambiente dotado de recursos tecnológicos destinados a dar suporte a trabalhos de pesquisas.

O economista Miguel Colasuonno foi aluno e professor na FEA, tendo ministrado disciplinas como Análise Microeconômica, Formação de Preços e Moedas e Bancos, sendo sua atuação dentro da Faculdade reconhecidamente relevante: participou do projeto de modernização do ensino de Economia e colaborou para a implantação do programa de pós-graduação do IPE/USP, liderada pelo professor Antonio Delfim Netto.

Na ocasião, também aconteceu o lançamento de um painel de fotos com o ex-prefeito de São Paulo

Entre 1966 e 1971, Colasuonno foi o primeiro secretário-executivo do IPE. Em 1970, ao lado de Delfim Netto, articulou para que o IPE assumisse a responsabilidade pela apuração do Índice do Custo de Vida (ICV) das famílias paulistanas, até então realizada por técnicos da Prefeitura de São Paulo. Paralelamente, a metodologia de cálculo foi aprimorada criando-se uma estrutura de ponderação do índice, com base em uma nova Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF). Com a criação da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), em 1973, na qual Miguel Colasuonno teve importante papel, o índice foi transferido para essa instituição, passando a se chamar Índice de Preços ao Consumidor (IPC). Além disso, foi prefeito de São Paulo, secretário de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo e presidente da Câmara Municipal paulistana.

(Fotos: Ismael B. do Rosário / Com informações da Comunicação e Desenvolvimento da FEA)


•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.