Sala de Imprensa - USP – Universidade de São Paulo
E-mail: 
Fone:   +55 11 3091-3220 / 3300
Blog da USP - 05/10/2015 - Imprimir Imprimir

Exposição “Sem solo, sem vida” até 30 de outubro, na Esalq

Em comemoração ao Ano Internacional do Solo, definido pela ONU, o Museu da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq) recebe, até o dia 30 de outubro, a exposição “Sem solo, sem vida”. O objetivo da mostra é ampliar a percepção pública da importância do solo na sustentação do modo de vida da sociedade e dos ecossistemas terrestres.

2015_09_11_ESALQ_SVCEX_Exposicao_Sem_Solo_Sem_Vida_0023

A primeira das quatro seções da exposição é sobre o ambiente aquático

Segundo o professor do Departamento de Ciência do Solo da Esalq, Antonio Carlos de Azevedo, “os materiais expostos são aqueles utilizados no Programa “Solo na Escola”, acrescidos de monólitos de solo de Piracicaba, que são colunas de solo coletadas no campo e preservadas por técnicas especiais, de modo que podemos observar exatamente como o solo é no campo”, explicou.

A exposição foi dividida em quatro seções, sendo a primeira sobre o ambiente aquático. “Nesta seção, há um aquário e um vaso transparente, com planta e representação de elementos químicos e nutrientes dos seres vivos”. A segunda seção aborda a importância do solo para a humanidade, com a apresentação de um vídeo da Semana Internacional de Solos. O funcionamento do solo está na terceira parte da exposição, com demonstrações sobre erosão, formação do solo, cores etc. E, por último, estão expostos monólitos e mapas de solos de Piracicaba e arredores.

A mostra é gratuita e pode ser conferida de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” fica na Av. Pádua Dias, 11, em Piracicaba.

(Assessoria de Comunicação da Esalq)

•  •  •  •

Deixe um comentário

Política de moderação de comentários

Este blog reserva-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou outros princípios da boa convivência. Dessa forma, serão suprimidos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa ou falsidade ideológica.